[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]

/escoria/ - Escória

A board pra chorar no ombro das anãs e desabafar seus problemas.
[]
E-mail
Assunto
Comentar
Verificação
Arquivo
Inserir
Opções
Senha (Para excluir arquivos.)
  • Arquivos maiores que 250x250 pixels serão redimensionados.
  • Tipo de arquivo permitido: jpg, jpeg, gif, png, webp, jfif, mp3, webm, mp4.
  • Tamanho máximo por arquivo: 7 MB com a dimensão máxima de10000 x 10000.
  • Você pode fazer upload de 3 images/arquivos por post.
  • Embed válidos são: Youtube - Vimeo - Dailymotion - Soundcloud - Vocaroo.

NÃO respondam aos homens. Revisem a Regra 1.

Veja o catálogo antes de fazer um tópico.

Por favor, leiam as regras! Atualização: 21/04/22

  [Catálogo]   [Recarregar]   [Arquivo]   [Destaque]

e4036   No.4770[Responder]

[deletado]
4 mensagens omitidas. Clique em responder para visualizar.

45648   No.4818

Acho que você se precipitou ao dormir com ele logo no primeiro mês de namoro. Relacionamentos precisam começar com uma certa distância para darem certo e serem longos, ao contrário acontece esse tipo de coisa (você se torna mais racional e percebe que não era isso que queria de fato). Se você percebe que tal sentimento não irá evoluir para um amor sincero, é melhor terminar.

8725b   No.4822

>>4819
Se ele for herdeiro ou ricofag então dá. Problema é se ele for mimado e acomodado demais.

64d9c   No.4823

>>4822
Dois anos e meio e já era o dinheiro do papai, Perdi.
Homem de verdade precisa ser determinado e acordar cedo para fazer dinheiro.

469c0   No.4832

>>4824
apaguei o fio depois de ver o celular dele. Vi que eu não era a única que ele estava “apaixonado”. Also ele era ricofag mas agora pouco me importa. Cortei pela raiz.

9312e   No.4840

>>4832
Afinal, qual foi a decisão? Como se sente, anã?



File: 1695165088895.jpeg  ( 47.01 KB , 736x414 )   ImgOps /  Google /  Yandex

b156a   No.4767[Responder]

Alguma anã neet/hikikomori? não sei se é o autismo na veia mas a minha vida inteira fui reclusa e isolada, não posso falar que não tentei, geralmente acontecia dessa maneira
>grupo de pessoas
>tentava entrosar
>não conseguia acompanhar a conversar
>olhares me julgando
>me sentia desconfortável
*its over*
talvez por ser batata e não ter as melhores aparência do mundo, não chamei a atenção de muitas pessoas, acabei me encostando nos meus interesses e vivo relativamente sozinha.
e vocês magalinhas por que são neetzinhas?

cf8a1   No.4768

Eu sou uma pessoa muito chata, que quando estou conversando irl, fico com medo de parecer chata ou ser ofensiva, aí fica a conversa mais superficial e sem sal do mundo.
Pense em uma bonequinha com falas pré gravadas, prontas para serem usadas que não podem me queimar… é bem simples, ninguém nunca vai falar mal de mim, na realidade nunca vão falar nada pois sou esquecível, tal como um npc.
As vezes me sinto sozinha, mas é confortável não me envolver tanto com p-pessoas/ ir para "rolês" pois quase nunca tenho problemas e levo uma vida tranquila sem grandes dores da cabeça.
>já tive pessoas as quais eu socializei e me senti muito bem
>todas elas me machucaram feio, se afastando ininterruptamente como se eu fosse um parasita nojento
Melhor ficar sozinha, no tédio. Do que acompanhada e desconfiada.
>Hue, desde criancinha minha mãe me repreende por falar demais em horas indevidas e desde que me lembro por gente, sempre acabei chorando sozinha pois minha amiguinha me abandonou.

ed965   No.4769

Já fui NEET por alguns anos, mas a necessidade veio e tive que ir pro mundo trabalhar e ganhar dinheiro para subexistir aqui no bostil.
Não é lá a pior coisa do mundo não. COm o tempo você percebe que ninguém realmente liga pra você, e os que pouco ligam é só porque querem te comer. As que ligam pra você que são o problema, pois o ser humano médio age assim com terceiros, homens te iludem pra te comer e jogar fora depois, e mulheres pra falar mau de você e destruir seu ego e sua imagem social perante os outros.
Na maior parte do tempo, se ficar na sua, dá pra sobreviver nesse mundão véio sem porteira que a gente vive.

e3a58   No.4835

O mundo é intolerável. Ficar no quarto é melhor. E não foi por falta de tentativa.
Também não trabalho de verdade porque minha saúde é uma merda. Tenho outros meios de ganhar dinheiro no quarto sem me expor.



File: 1692472498865.jpg  ( 30.04 KB , 444x494 )   ImgOps /  Google /  Yandex

38563   No.4654[Responder]

Estou decepcionada comigo mesma.
Estou namorando há 5 meses, e ele falta muito respeito comigo, chega a falar de mulheres na minha frente
Mas me pego numa dependência emocional fodida, tudo que eu quero é terminar mas eu não consigo de forma alguma
Ele me causa surtos de raiva, antigamente eu tinha o vício em auto mutilação por conta de alguns ocorridos de minha vida que me fizeram bem mal
Eu estava limpa disso havia 2 anos, e num desses surtos de raiva eu me cortei novamente, eu não aguento mais
Tiro os cabelos, bato a cabeça na parede, vomito, choro diversas vezes por dia
Eu me cortei por homem, eu me sinto enojada, eu não sei o que fazer com essa dependência, anãs que já passaram por isso por favor me ajudem

38563   No.4655

>>4654
Inclusive estou escrevendo isso enquanto tremo de ansiedade, eu nunca me senti tão miserável e humilhada por alguém antes assim

b54b0   No.4656

Tente se apegar a algum familiar e aumentar os laços com ele. Ou alguma amiga da faculdade/trabalho. Passe mais tempo com eles.
Você sabe que deveria terminar, mas não termina por gostar de algo nele ainda, não vá me dizer que é só pelo sexo, pelo amor de Deus.
Ficar sozinha é muito melhor que com esse traste. Sei que é difícil, mas você poderia tentar dar chances a algum colega do trabalho/faculdade ou até algum parente/amigo de alguém próximo que você conhece, é mais provável você conseguir ser tratada com respeito assim.

FUja desse canalha hoje mesmo. Ele não te valoriza, ele só quer a sua boceta, ele só te usa como brinquedinho sexual.

62d5a   No.4759

Você precisa começar a fazer mais coisas da sua vida. Dependência emocional geralmente é sinônimo de ociosidade. Descobrindo coisas novas para fazer e passando tempo fazendo o que gosta, estudando ou trabalhando vai te auxiliar a ir diminuindo a sua necessidade de interagir com ele, até chegar num ponto em que você vai ver que o cara já não contribui em mais nada para a sua vida.

96e80   No.4828

>>4759
Concordo com essa anã. Já estive na sua situação e sei por experiência própria que isso só se resolve achando uma ocupação importante (não vá inventar de se distrair com qualquer interesse vão) pra você, e o mais importante: não se machucar, cuidar de si, se rodear de pessoas que te fazem sentir bem e fazer o exercício de se observar por uma perspectiva neutra, até perceber como você é maltratada e sentir pena por si mesma.



File: 1696112458412.jpeg  ( 36.24 KB , 557x505 )   ImgOps /  Google /  Yandex

69227   No.4826[Responder]

Ser diferente é algo bom anãs? Sempre fico pensando que talvez eu seria muito mais feliz se fosse uma menina normal, sempre fui classificada como diferente, até mesmo minha aparência reflete isso. Eu sei que nunca vou conseguir ser normal por tudo que já passei e estou tentando me aceitar do jeitinho que sou.

18d89   No.4827

Apenas seja uma pessoa diferente para cada pessoa, tanto para amigo ou amiga, e se adeque ao normal dela. Ser diferente é a beleza dos seres humanos, cada um é um indivíduo com ideias próprias, mas é claro que tem os que imitam os outros. Não se frustre anã, subconscientemente somos todos estranhos e anormais mesmo que tentamos não demostrar isso na frente da sociedade.



File: 1693884941060.gif  ( 1.6 MB , 640x466 )   ImgOps /  Google /  Yandex

c5717   No.4732[Responder]

Eu vi que algumas anãs estavam falando sobre suas experiências com paralisia do sono, então percebi que não estava sozinha. Estou a 1 semana assim:
>Durmo
>Passa 5 minutos
>Estado de paralisia
>Barulho, ruido, vozes, choros
>Pálpebra paralisada
>Rostos estranhos na minha cabeça
>Mais vozes e choros
>acaba.
>acordo soando, olhando para os lados.

Estou em um ciclo.

2de60   No.4762

Parece influência demoníaca. Recomendo você rezar antes de dormir. Foi assim que curei minha paralisia do sono, comecei a rezar todos os dias antes de dormir e elas se foram. Eram bem semelhantes ao que você descreveu, e acontecia com uma frequência gigante (umas 5,6 vezes por semana), às vezes com alucinações bem tenebrosas.

Ou talvez procure um médico, pode ser esquizofrenia também.

62a1b   No.4765

Estresse e pânico noturno.
Tome um banho morno antes de dormir. Evite celular e conteúdo agitante de noite. Chá de camomila é uma boa, ou alprazolan se você for escrava da Big pharma.

Um tapa olho também reduz a chance de paralisias noturnas.

6e389   No.4821

Ore enquanto tem paralisia, já vi pessoas falando que funcionou quando aconteceu isso com elas. Mas, antes de dormir ore também pedindo para ter um sono protegido.



File: 1695256781553.jpg  ( 52.69 KB , 523x523 )   ImgOps /  Google /  Yandex

7fa4b   No.4785[Responder]

Anãs, mesmo tendo a vida relativamente fácil, ainda consigo ser uma fracassada. Estou fazendo a faculdade que eu quero e estou indo mal nas matérias de cálculo, mas apenas eu que vou mal. Passo dias, noites, estudando, eu compreendo o que estudei, mas na hora da avaliação, eu sou uma completa desnaturada. Me sinto burra. Sei que mesmo se reprovar nas matérias, demorar 6 anos para formar (ou mais) conseguirei estágio e emprego, mas por outras vias, me sinto imprestável pois sei que não será por ser verdadeiramente boa, ou inteligente. Eu sei que isso não importa no fim das contas, mas é extremamente desgostoso chegar a conclusão de ser uma fodida. Tento e tento e não é suficiente, minha vontade é de sair gritando.

Me sinto culpada por sentir inveja da minha amiga, a vida dela não é tão simples quanto a minha e ela é verdadeiramente boa e ainda arranja tempo para me ajudar, as vezes imagino que sou um fardo como amizade. Me disseram ontem, que ela é a protagonista e eu sou a coadjuvante.

Acho que eu sempre fui a amiga coadjuvante, para falar a real.

Não fui a mais bonita, nem a mais inteligente e muito menos a mais talentosa.

Mas a verdade, é que ser a garota esforçada mas não boa o suficiente é cansativo para caralho.

Sigo tentando, porque a vida é assim, mas estou triste, decepcionada e frustrada.

43156   No.4787

A vida tem dessas anã, você logo vai perceber que essas disciplinas de cálculo nem são tão importantes (a não ser que você queira se especializar em algo envolvendo esses cálculos).
Só continua se esforçando, um dia a vida sorri pra ti…
Você pretende seguir carreira acadêmica ou sair desse mundinho universitário quando se formar?
>e a sua amiga?
>você é pobrefag?

62a8a   No.4789

Pelo menos você está tentando. Tenho quase 30 anos e agora que estou tentando me matricular em um tecnólogo pra tentar talvez passar em um concurso da polícia.

Não desista. Eu acredito em você :3

7fa4b   No.4795

>>4787
Você tem razão, anã. Cálculo não é tão importante na área que eu quero seguir, vai dar tudo certo.
>e a sua amiga?
Nós duas não queremos seguir carreira acadêmica.
>você é pobrefag?
Sim, mas uma pobrefag em uma família que não é, que possui empresas na área e contatos. Ficaram contentes que resolvi seguir no mesmo ramo e disseram que vão "ajudar" (literal nepotismo kek), inclusive, o reitor da instituição é amigo pessoal da família. No fim das contas, eu sou uma sortuda

7fa4b   No.4796

>>4789
Obrigada anã, nós duas vamos conseguir!

43156   No.4801

>>4795
Agora estou com inveja de você, kek.
Brincadeiras a parte, você é muito sortuda, vai em frente que seu futuro já tá garantido.
>tente ajudar a sua amiga, após se formarem.



File: 1695007819397.jpeg  ( 35.76 KB , 507x604 )   ImgOps /  Google /  Yandex

7b99c   No.4775[Responder]

Hoje uma conhecida minha do interior, mandou uma foto de um ex namoradinho meu da adolescência (durou pouca coisa, nem foi um namoro de verdade, muleque Jorge e danificado).
Eu não me lembrava dele, mas era engraçado como ele seguia exatamente o mesmo padrão de homem que eu namoro/fico, principalmente a fisionomia do rosto (eu não sei explicar, mas é tipo parecido com a pica relatada, entretanto com um queixo menor… se eu pensar em um exemplo melhor eu mando aqui, mas é basicamente o mesmo desenho de nariz).
Aí fico curiosa com uma coisinha…
>as anãs possuem um padrão de homi? Ou são aleatórias?
Caso vocês nunca pensaram nisso, analisem vossas apaixonites e perceba isso.
>devido a essa imagem, fui correndo pesquisar sobre "lei da atração" e percebi uma coisa bem curiosa:
Foi feita uma pesquisa em 2019, com vários casais para tentar detectar a atração por cheiro (odor corporal). É sabido que fêmeas humanas preferem machos saudáveis mentalmente e fisicamente, bem sucedidos e estáveis, mas quando não tem isso, apela pro instintivo, que é o odor corporal.
Na pesquisa, coletaram o odor dos machos, e depois as fêmeas teriam que classificar os cheiros como bom/ruim, qual gostavam mais, o engraçado é que as fêmeas gostaram mais do cheiro dos seus namorados/maridos do que desconhecidos.
>ai fica a pergunta:
Será que todo menino que me atrai durante a minha vidinha, não tinha somente a fisionomia parecida, mas também o mesmo odor corporal? Lembro que dois eram mais gordinhos e suavam muito, enquanto que o que mais me senti atraída quase nunca suava e era chato com odores.
Claro que tem o fator social, mas excluindo ele, é meio estranho que todos tenham uma característica ou outra em comum (falando do físico mesmo).
<não é pra chorar por macho nesse fio, é discussão sobre atração física.
3 mensagens omitidas. Clique em responder para visualizar.

e555a   No.4779

File: 1695094649784.png  ( 321.4 KB , 452x450 )   ImgOps /  Google /  Yandex

Eu infelizmente tenho uma queda por uns branquelo esquisitinhos. Acho que é o padrão que consumi durante a adolescência e ainda é uma coisa na minha cabeça.
Meu marido por sua vez é total oposto disso, pardinho, forte e com uma estética bem normativa. Quando o apresento para novos conhecidos a reação é sempre a mesma, pessoal se choca por eu ter uma relação com alguém tão diferente de mim; eu sou uma branquela esquisitinha, infelizmente.
Já conversei com ele sobre padrões de pessoas que nos relacionamos, ele parecer ser bem desprendido disso e já se relacionou com pessoas diversas. Mas pra mim sempre foi bem fechado no branco, alto, magro com cabelo bonitinho e nariz esquisito. Atualmente eu consigo me ver com uma cartela de gosto mais abrangente por perceber que é muito mais sobre compatibilidade do que aparência, e, considero que esse meu padrão foi moldado por ser o tipo mais fácil de achar que teria gostos compatíveis com os meus.
Deixo aí uma pica do cara que eu tenho uma queda desde os 14 anos pra vocês me xingarem.

4be0f   No.4780

>>4779
Não ironicamente, sempre reparei em meu meio de conhecidos, que quando eles arrumavam pessoas de aparência distinta a deles, o relacionamento dava muito certo.
A minha teoria, é a compatibilidade genética, bem provável eu estar falando bobagem mas, levemos esse fio como uma conversa de bar despretensiosa.
basicamente, pessoas diferente de você, na aparência, tem uma maior probabilidade de ter filhos saudáveis, gente muito parecida, logo parecida geneticamente, tem mais chance de ter filhos defeituosos.
>então é tipo uma estratégia genética
Você vai se sentir mais atraída por alguém diferente de você, até o cheiro da pessoa vai ser melhor.
>gosto de gente parecida comigo
Aí pode ser a questão social, não sei, a questão primitiva parece ser mais forte que a social…

Eu mesmo, o cara que eu mais gostei, que eu mais me senti atraída era o EXTREMO oposto de mim. Nadica de nada dele era parecido comigo, nadica…

>como eu disse, não levem meus dados científicos tirados do cu a sério…

44805   No.4781

File: 1695217975403-0.png  ( 293.86 KB , 405x393 )   ImgOps /  Google /  Yandex

File: 1695217975403-1.png  ( 420.57 KB , 500x682 )   ImgOps /  Google /  Yandex

File: 1695217975403-2.png  ( 2.3 MB , 1007x1280 )   ImgOps /  Google /  Yandex

>ain por que será que eu me atraio tanto por homens que parecem o Robert de Niro quando era jovem? será que tem alguma coisa a ver com o cheiro?
Ah, claro, certeza que é por causa do cecê deles.

97da6   No.4782

>>4780
> é a compatibilidade genética
Certeza de que eu vi essa mesma tourobosta no cc, lmao "compatibilidade genética". Isso nem faz sentido.

08b0a   No.4783

File: 1695237544790.gif  ( 1.29 MB , 356x200 )   ImgOps /  Google /  Yandex

Movi este fio para o /escória/ devido algumas alterações que estamos fazendo no chansinho, inclusive, este será o último fio sobre homem permitido aqui e não no >>4774.

Perguntas serão aceitas no /mod/, fora isso, continuem circulando normalmente.



File: 1689276226544.jpg  ( 110.94 KB , 400x400 )   ImgOps /  Google /  Yandex

3bfb6   No.4347[Responder]

Anãs, eu estou numa situação complicada e gostaria de ouvir algum conselho ou só que me ouvissem mesmo.

Eu estou no meu primeiro emprego formal ocorreram algumas coisas e eu sinceramente não sei lidar com isso, irei fazer um resumo em ordem cronológica
> Arrumei um estágio antes de ingressar de fato na faculdade
> Primeiro mês é uma maravilha, aprendo bastante e vejo que ambiente é legal (Gerência não ficou presente e era legal não ter responsabilidade)
> Segundo mês começa a ficar caótico, e vejo que na verdade é uma empresa de fundo de quintal com fachada de grande empresa
> Meses se passam e a gerência é uma merda, sem visão de futuro e não dá liberdade aos departamentos realizarem suas funções
> Último mês ouve uma situação que foi a gota dágua do único que conseguia manter o serviço que eles têm no ar se demitir
> O BO todo caiu em cima de mim, uma estágiária que nem na faculdade está e nunca teve experiência na área
> Aceitei essa responsabilidade (Não posso sair daqui sem garantia de renda), estou estudando como fazer as funções que o cargo exige
> Estão me cobrando igual o antigo Chefe.

Acredito que seja isso, eu não sei como reagir e lidar com isso, eles sinceramente não tem visão de crescer nem melhorar o serviço apenas manter o que tem, aplicam achismos quanto meus chefes em uma área que nem mesmo sabem uma vírgula, e vêm de preconceito e cobrança por eu não saber tanto quanto eles querem e quanto o antigo chefe de departamento tinha.(A USUÁRIA TOMOU UM PUXÃO DE ORELHA POR ESSA POSTAGEM. )
3 mensagens e  1 resposta com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

3bfb6   No.4351

>>4350
Entendo, eu fui de fazer telinha pra site e corrigir bug para cuidar de uma aplicação caindo aos pedaços que sobrevive apenas de gambiarra e código que vai terminar de se decompor ano que vem.


Mas acontece né, fui muito destacada e acabei sendo explorada como máquina.

E hoje em dia anã? Conseguiu entrar em um trabalho legal?

03dff   No.4356

File: 1689385947070.jpg  ( 117.04 KB , 540x540 )   ImgOps /  Google /  Yandex

>>4351
>Mas acontece né, fui muito destacada e acabei sendo explorada como máquina.
Entendo. Isso aconteceu comigo por causa de conversas com familiares. Quase todos falaram para "mostrar proatividade", e sendo ingênua nesse mundo novo, fiz o que me falaram. No final, acabei ganhando mais serviço, mesmo salário e sendo responsável pelo o trabalho de outras pessoas.
Hoje em dia, pelo menos, encontrei um equilibrio entre ser proativa e não ser explorada de graça.


>E hoje em dia anã? Conseguiu entrar em um trabalho legal?

Hoje em dia está indo bem. Consegui entrar em um emprego bom e com gerência bem estruturada. Ganho até que bem, consigo manter meu estilo de vida e consigo fazer o que gosto mesmo trabalhando em um ambiente corporativo. Espero que seja promovida nesse ano pelo meu trabalho nesse primeiro semestre.


E você, o que pretende fazer depois tudo? No seu ramo, acho que eu pediria uma carta de recomendação/referência quando ligarem nas entrevistas. É o mínimo que podem fazer.

4a2b5   No.4381

>>4356
>E você, o que pretende fazer depois tudo?
Acho que eu vou aguentar esse ambiente até ano que vem, melhorar meu currículo e desenvolver minhas habilidades técnicas já que apesar de ser boa não é o bastante para o mercado.

Vou tentar conseguir um respeito mínimo com a gerência e começar a me impôr e quem sabe negociar um aumento descente

0e0ca   No.4757

Eu não estou conseguindo criar um tópico, então vou utilizar o da anã de cima (foi o único que eu encontrei falando sobre trabalho, obrigada anã)

Eu me candidatei para um vaga em uma empresa, fiz a entrevista depois de duas semanas que eu enviei o currículo para o RH, no outro dia após a entrevista a mulher me mandou entregar alguns documentos e eu fiz isso, mas já passou uma semana e ela não falou mais nada. É o meu primeiro emprego (sim, eu sou uma vergonha por não ter emprego com 20 anos e nem cursar faculdade), só fui chamada para essa entrevista e sei que fui muito bem lá.

Estou morrendo de medo que ela não me chame, que eu passe mais um ano desempregada, frustada, sem conseguir estudar direito por ter problemas financeiros, minha cabeça fica rodando a mil toda vez que eu faço algo em casa pensando como só uma merrequinha de dinheiro já não mudaria tanta coisa aqui em casa. Eu vejo alguns colegas conseguindo emprego, cursando faculdade, saindo, tento realmente uma vida e não sendo uma falha como eu e fico me perguntando quando vai ser a minha vez…

f5c58   No.4758

>>4757
20 anos é muito jovem. Tenho 26 e agora que comecei a criar sonhos de verdade. Correr atrás de um tecnólogo e tentar virar uma policial civil. NEETei por anos, chegando aos 30 que a gente acorda pra vida mesmo. Fique calma, irmã. Dê tempo ao tempo. Maioria desses que fazem faculdade antes dos 20, ou no começo dos 20, viram uber depois por não terem saco de seguir na área, ou até mesmo não quererem se prostituir pra ganhar menos de 2 mil reais, sendo que uber paga mais que isso.



File: 1694198023166-0.jpeg  ( 51.23 KB , 640x392 )   ImgOps /  Google /  Yandex

File: 1694198023166-1.jpeg  ( 103.56 KB , 736x736 )   ImgOps /  Google /  Yandex

be7a2   No.4754[Responder]

anãs, primeiramente dois avisos
1- não quero saber de anãs kekando esse fio com opinões sensacionalista shit
2- tenham o mínimo de senso, nao somos mais underages att
*desabafando como uma pessoa autista*
eu simplesmente NÃO aguento mais, não posso ter minhas decisões, me infantilizam, e sou silenciada constantemente, eu odeio essa merda de transtorno, me sinto burra, sou tratada como qualquer objeto, não me veem como alguém de minha idade, por que não pude simplesmente ser normal?, o pior sempre será que eles realmente estão certos, nao consigo fazer nada direito, o que eu mais queria no mundo era poder me mudar de estado, mas sou impedida com a desculpa que eu não conseguiria fazer nada sozinha, meu deus o que eu mais penso é que eu deveria morrer logo, sou nojenta e me odeio profundamente.(A USUÁRIA TOMOU UM PUXÃO DE ORELHA POR ESSA POSTAGEM. )

ee901   No.4755

File: 1694213916049.png  ( 582.45 KB , 565x708 )   ImgOps /  Google /  Yandex

Sou quase igual você.
Tenho 26 anos e me pego tendo esses pensamentos corriqueiramente. Acontece que por trabalhar lidando com o público, percebi que a maioria das pessoas são iguais a nós. Acontece que sabem fingir bem. Assim, nós acertamos mais do que erramos. Acontece que dos 1000 acertos que fazemos, não damos créditos para nós mesma, mas no primeiro errinho a gente se martiriza e se crucifixa.
LITERALMENTE TODO MUNDO COMETE ERROS!
O foco é ter um trabalho mental para conseguir observar seus acertos e focar em sempre melhorar mais e mais. A auto-sabotagem é fornicação também. É aquele negócio, observar o copo como meio cheio ou meio vazio. O copo está na metade, vai de cada um de nós interpretar ele como pendendo para o positivo, ou pendendo para o negativo.

Imagine a caminhada para os seus sonhos e objetivos como uma escalada em uma escada. Você sobe um degrau por dia, a cada dia que passa vocÊ está um degrau mais próxima do seu objetivo. Mas as vezes você acaba tropeçando e caindo alguns degraus. Isso faz te abalar por completo, e esquecer o quão longe você caminhou, e quantas centenas de degraus você subiu. Seu cérebro estando condicionado a pensar negativo, você ignora todas as suas conquistas, e resume o seu ser à apenas as falhas que teve.

Eu mesma, 26 anos, morando com a mãe, travada em um subemprego, com um sonho idiota de ser uma policial cívil, mas sou procrastinadora demais para estudar, e nem tenho faculdade ainda. Estou tirando minha CNH agora, com quase 30 anos. Aí o meu cope é ver que tem garotas da minha idade, com 2, 3 ou quatro filhos de pais diferentes, nenhum deles é presente, literalmente sumiram no mundo. Ela não tem sonhos, não tem expectativas de melhorar de vida, apenas sobrevive dia após dia para cuidar dos seus filhos. Ela é muito mais fodida que nós, mas ainda assim não conseguimos nos considerar membros úteis da sociedade. Não sei você, mas já literalmente tive o suicídio como plano a longo prazo. Se não conseguir virar uma policial ,passar em um bom concurso, ou achar uma profissão na qual sou boa, quando minha genitora morrer o suicídio vai ser minha opção primária. Não temos casa própria, de herança vou ter apenas as roupas e os móveis da casa, que terei que dividir com meu irmão novinho se ele crescer e não ter "sucesso" na vida, assim como eu até agora não o tive.

O pior que tudo depende apenas de nós mesmas. Nós escolhemos a vida mais mansa ao invés dMensagem muito longa. Clique aqui para ver o texto completo.

b73c1   No.4756

Veja bem, anã, isso é um ciclo. Você é infantilizada, e por isso não obteve ferramentas para lidar com a sua vida como uma pessoa "normal". Por causa disso, você falha em executar atividades básicas de um ser humano funcional, o que resulta em críticas, que te levam a ser ainda mais infantilizada e reforçam a crença de que você não é capaz de se virar sozinha. É difícil, mas você tem que perceber o que está acontecendo e quebrar o ciclo. Como você faz isso? Você aprende por conta própria a fazer coisas básicas que seus pais deveriam ter te ensinado. É injusto? Sim. E também não é fácil. Mas ninguém pode fazer isso por você além de você mesma. E por mais doloroso que seja, você precisa se reconhecer como agente de mudança, em vez de vítima passiva. E isso requer sair de uma zona de conforto. E por zona de conforto, não estou dizendo que você gosta de estar nesta posição. Mas muitas vezes permanecemos em uma situação que nos faz mal porque é a única coisa que conhecemos. E mudar é assustador, difícil, parece até impossível. Mas você é capaz sim. Estou torcendo por ti.



File: 1682165677863.jpg  ( 44.97 KB , 720x720 )   ImgOps /  Google /  Yandex

45f58   No.3660[Responder]

Anãs eu odeio sexo
Sexo sem compromisso é a razão de todo mal do mundo
É a razão de ter tanto suíno e cretina no mundo
Eu odeio que as pessoas saiam de noite e façam sexo com outras pessoas que elas nem conhecem
O mundo tá ficando cada vez mais imundo
Eu queria viver num país onde as pessoas se amassem e só transassem depois de ter certeza que é um relacionamento estável aomenos
Tanta mãe solteira jovem virando mãe narcisista com o tempo me deixa enjoada
5 mensagens omitidas. Clique em responder para visualizar.

3e107   No.3675

>>3671
Eu sentia essa mesma "pressão". Quando decidi não ceder mais e passei um bom tempo sozinha eu conheci o meu namorado e somos felizes hoje.
Penso que se eu não tivesse feito essa escolha no passado eu nunca teria o relacionamento maravilhoso que tenho hoje.

d011b   No.4634

>>3660
Baseada. Sexo apenas em relacionamento sólido (com bastante conhecimento, intimidade, amor e cumplicidade) é o caminho da felicidade.

bd594   No.4635

>>3668
A maioria das pessoas ruins que você achar vão ser assim por disfunção familiar;

A maioria (se não todos) os homens que vem te cantar e etc não querem um relacionamento, só querem transar e sumir.
O próprio movimento "pro-choice" é literalmente um pedido de "me deixe matar meus filhos para que sexo não tenha consequências."

As ISTs se espalham muito mais facilmente, e você pode acabar pegando por uma via não-sexual de alguém promíscuo, além desses doentes pesarem no sistema de saúde e consequentemente nos impostos que saem do seu bolso.

Não vou fazer antes de casar, e isso já deve diminuir bastante a quantia de homens que se interessam (além de separar alguns bons entre esses).

>>3671
O jeito é abster e esperar. Nunca perca essa percepção de como isso é vazio; ajuda a se lembrar do porque você não faz o mesmo.

6288d   No.4750

>>4635
Baseadas palavras.

146ad   No.4753

Sexo não é nojento, é uma forma de duas pessoas se conectarem, é prazeroso e faz parte da experiência humana. É muito triste que existam mulheres jovens que vivem com esse bloqueio e estigma, pois isso nos desincentiva a conhecermos os nossos próprios corpos e cuidarmos da nossa saúde sexual. Essa demonização do sexo não ajuda em nada. Na verdade, acaba prejudicando que se converse sobre métodos anticoncepcionais, que justamente, evitam a gravidez indesejada e ISTs.



[Catálogo]
Deletar Post [Arquivo] Arquivo
[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10]
[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]