[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]

/escoria/ - Escória

A board pra chorar no ombro das anãs e desabafar seus problemas.
E-mail
Assunto
Comentar
Arquivo
Inserir
Opções
Senha (Para excluir arquivos.)
  • Arquivos maiores que 250x200 pixels serão redimensionados.
  • Tipo de arquivo permitido: jpg, jpeg, gif, png, webp, jfif, mp3, webm, mp4.
  • Tamanho máximo por arquivo: 7 MB com a dimensão máxima de 10000 x 10000.
  • Você pode fazer upload de 3 images/arquivos por post.
  • Embed válidos são: Youtube - Vimeo - Dailymotion - Soundcloud - Vocaroo.
  • 3 usuárias nesse tópico.

NÃO respondam aos homens. Revisem a Regra 1.

Veja o catálogo antes de fazer um tópico.

Por favor, leiam as regras! Atualização: 21/04/22

  [Catálogo]   [Voltar]   [Arquivo]   [Destaque]

File: 1716662271569.jpg  ( 44.01 KB , 320x400 )   ImgOps /  Google /  Yandex

6af46   No.5658

Na opinião de vocês, qual a idade e circunstâncias mais adequadas para sair da casa dos pais?

Ainda sou dependente da minha família, não digo isso como algo ruim pois na verdade sou uma estudante jovem (18 anos, no começo do ensino superior), então meus pais nunca sequer me pressionaram a sair de casa e pagar minhas próprias contas por quererem investir na minha educação e formação profissional. Não só isso como também possuímos um relacionamento mais que agradável, somos muito unidos e brigamos somente por besteiras ou desentendimentos cotidianos, nunca por algo gravíssimo.

Também meio envergonhada por não poder ajudar financeiramente em casa ainda, visto que na área que estudo é difícil encontrar estágio remunerado. Sinto que há uma grande pressão por parte da sociedade de se emancipar o quanto antes dos familiares, viver sua própria vida, mas no momento atual não acho que conseguiria fazer isso tanto pela parte financeira, quanto emocional, já que não sinto que estou preparada para viver longe da minha mãe e pai, ainda mais pelo carinho que tenho por eles e eles por mim.

Para as anãs que se encontram na mesma situação que eu: como vocês lidam com esse sentimento de dívida com a família? E para as anãs que já são independentes: como conseguiram construir a vida de vocês após essa transição?

10992   No.5660

File: 1716735279023.png  ( 323.9 KB , 606x448 )   ImgOps /  Google /  Yandex

Anã, de 33 anos que saiu de casa com 17 anos para estudar em uma federal:

Primeiro de tudo: Não há dívida com os pais. Eles escolheram te colocar no mundo, a obrigação é deles de prover. Se eles fossem separados e houvesse pensão envolvida você receberia até o final da graduação, pois é o que manda a justiça. O que você pode fazer é aliviar a carga deles durante a graduação com alguns bicos. Mas não pense agora que você tem uma dívida com eles, essa "dívida" começa a aparecer depois que eles envelhecem ou ficam doentes e você vira a mãe dos seus pais. Isso vai acontecer e é inevitável. Então, se quer o bem deles, procure ver como está a previdência deles, as questões de saúde. Pois cuidar de pais doentes e/ou no final da vida é muito triste.

Segundo: Seu cérebro ainda está em formação, até os 25 anos, se você for normal e até os 35, se você for neurodivergente. Por mais que você seja capaz de ter filhos, de ter um emprego, de morar sozinha etc., lembre-se que você ainda vai amadurecer e muita coisa ainda vai fazer sentido.

>visto que na área que estudo é difícil encontrar estágio remunerado

Tem certeza que essa é uma boa área? Juro que se você mudar de curso agora não vai te atrapalhar em nada mais pra frente, melhor do que chegar no final do curso e realizar que você nunca vai ter dinheiro suficiente.

>sinto que há uma grande pressão por parte da sociedade de se emancipar o quanto antes dos familiares

A maioria das pessoas não tem o que você tem, que é harmonia dentro de casa. Eu mesma escolhi uma universidade longe de casa para ficar longe da minha mãe. Foi horrível e libertador. Ao mesmo tempo que eu sai de um ambiente controlador e que eu era humilhada o tempo todo, eu ganhei muita liberdade de uma vez e acabei me humilhando sozinha.

>qual a idade e circunstâncias mais adequadas para sair da casa dos pais?

Não existe, é impossível você estar 100% preparada para morar sozinha. É canônico você se foder um pouco, se arrepender um pouco, reconhecer a própria ignorância. Mas, tentando minimizar os impactos, eu diria que com 21 anos seu cérebro já está mais formado e se você fizer terapia você já vai saber melhor se impor e se posicionar para as coisas. É bom já ter um pouco de experiência com relacionamentos e não sair de casa para morar com namorado como primeira experiência JAMAIS. Estar bem de saúde é essencial. Saber lidar com homens, como porteiros, encanadores, entregadores e todo tipo de macho que vai tentar te passar a perna por você ser uma mulher jovem e sozinha. Ter muita disciplina de horários e saber se virar sozinha na rua, principalmente em meio de perrengues. Essas coisas são muito difíceis de aprender se você viver embaixo das asas dos seus pais.

PS: A vida só começa mesmo depois dos 30.

c08a8   No.5661

File: 1716751651556.png  ( 91.06 KB , 173x292 )   ImgOps /  Google /  Yandex

Eu digo isso aos amigos com boas famílias que encontro: Aproveite que seus pais agem como PAIS!

Eu saí de casa aos 20 por não aguentar mais lidar com a esquizoide da minha mãe e o marido pedófilo dela. Eu trabalhava desde os 17 em uns lugares muito merdas pois era obrigada a prover pra casa desde que fiz 12 anos. Meu irmão foi o pior, começou a trabalhar aos 12 mesmo e saiu com 17 anos de casa.

Seus pais fazem o que fazem porque eles sabem que esse é o dever deles, eles te amam e fazem isso de muito bom grado; mesmo ocorrendo um desentendimento aqui e outro ali, isso é normal da convivência humana.

No geral, o momento certo pra isso será quando você começar a desenvolver melhor o seu senso de individualidade. Entenderá que você não é os grupos dos quais faz parte e sim um indivíduo que participa ocasionalmente neles, sabe? Tipo, você não é a sua família, você é somente um membro.

Todo mundo passa por um momento eremita na vida, provavelmente aí que tu arruma um cantinho pra chamar de seu.



[Catálogo] [Voltar] [Enviar uma resposta]

Deletar Post [Arquivo] Arquivo
[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]