[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]

/lit/ - Literatura e entretenimento

A leitura de hoje é.. o gibi da magali!
E-mail
Assunto
Comentar
Arquivo
Inserir
Options
Senha(Para excluir arquivos)
  • Files bigger than 250x200 pixels will be resized.
  • Allowed file types: jpg, jpeg, gif, png, webp, jfif, mp3, webm, mp4.
  • Maximum size per file: 7 MB with maximum dimension of 10000 x 10000.
  • You may upload 3 images/files per post
  • Valid embeds are: Youtube - Vimeo - Dailymotion - Soundcloud - Vocaroo - Bitchute - 

NÃO respondam aos homens. Revisem a Regra 1

  [Catálogo]   [Voltar]   [Arquivo]   [Featured]
YouTube embed. Click thumbnail to play.

1b5e5 No.38

Temos admiradoras da melhor fase de Lana Del Rey, vulgo Lizzy Grant? 3 anos escutando o mesmo álbum e até hoje não achei outro nesse estilo.

430b4 No.51

Sim, temos, essa fase da Lana é muito única, esse álbum é incrível!

3b28e No.52

Não. Lana del Rey é uma puta personagem de bosta (fatos).

2a6bc No.53

>>52
Não ironicamente tive uma amiga no ensino médio que virou uma completa vagaba fumante por conta dela, hue.

e18f2 No.54

>>53
Toda danificada que admira Lana del Rey e não entende que ela é a construção de um personagem (não excluindo que a personalidade da artista também seja vazia como a foda, particularmente, eu a acho insuportável) acaba levando esses fins mesmo.
Eu adoro demais quando a Julinha Evellyn do Terceirão que se achava "a Lolita" por fumar e usar batom vermelho às 7 da manhã acaba engravidando de um Tonhão feioso sem fundamental completo, é daí pra pior, não difere muito das faveladas, só é um pouco glamourizado pelo "cult".

bbf88 No.55

Fãs de Lana Del Rey são as mais doentes e repulsivas (quando não crianças). Simplesmente o tipo de gentinha mais chata que tem, mesmo tipo que ama se autodiagnosticar com borderline, kek.

48669 No.56

>>53
Que influenciável, kek

Particularmente a atual fase da Lana é a minha favorita. Parece bem menos forçada pra pagar de drogada/adolescente que transa com velho rico, talvez porque ela esteja mais velha e não veja mais sentido na personagem antiga. Isso, e a música é gostosa de ouvir, e parece mais suave no geral.
Tirando isso, ouvi muito a Lizzy Grant na adolescência, e realmente poucos artistas "grandes" tem álbuns desse tipo (CLARAMENTE amador apesar de bom)
Acho que por isso que ela conseguiu emplacar como "indie" com tanto sucesso apesar de já ser rica e ter assinado com uma gravadora grande bem no início da carreira.

e18f2 No.57

>>56
Bah, eu não consigo. Eu não vou negar, fui bem fã dela e de quase todos estes estereótipos femininos no mundo musical. Hoje, estando mais velha, só consigo ver a Elizabeth como uma mulher eternamente presa entre a persona e ela mesma, conflitada eternamente numa fantasia pessoal e perpetuando isso (indiretamente) aos seus fãs. Me parece tão urgh.
Sim, ela não força mais as drogas e sim, ela não força mais ser uma lolitinha mommy issues bad girl (apesar de ainda referenciar coisas assim, tho. entendo que talvez seja parte da construção "dela"), mas eu não consigo ver verdade nas letras dela, ou nela, existe algo de uns tempos pra cá que começou a me incomodar extenuantemente na Lana que eu simplesmente não consigo explicar, kek.
Se alguém me quotar dizendo a famosa frase de "separe o artista da obra", já digo de antemão pra catar coquinho.

e18f2 No.58

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>56
Inb4, é inegável que, MUSICALMENTE, o a.k.a Lizzy Grant é gostosinho demais.
Vou deixar uma indicação numa pegada que me lembra um pouco essa época da Lana, espero que vocês gostem ^^

976fe No.59

YouTube embed. Click thumbnail to play.
Opéia aqui, sério que vocês não sabiam que Lana del Rey é uma persona? Essa é a maior graça das músicas. Felizmente ela já passou da fase que tenta incorporar (tem umas entrevistas bem cringe da era Born to Die). Se querem algo mais maduro, escutem o Norman Fucking Rockwell, é de longe o melhor álbum dela.

e18f2 No.61

File: 1641426593590.gif (92.9 KB, 220x160) ImgOps / Google / Yandex

>>59
Copando duro, hein.

Como é que será que eu sei que você tem menos de 18 anos?

Tu quer meter uma opinião que é (criticamente falando) comum, falar o óbvio, todo mundo sabe que Norman Fuckin Rockwell foi o "melhor álbum da carreira" (apesar de não ser a minha opinião como pessoa), não é nem questão de "se querem algo mais maduro" é puramente pelo looping, seja por reciclando "Best American Record" (ficou um lixo, imo, versão anterior era milhares de vezes melhor), fazendo um fan service quando ela tem tanta coisa boa que poderia explorar e joga fora pra embananar nessas porcarias tipo o COCC (experiência alucinógena com lapsos de infância/adolescência e country mal produzido, oi?).

Ela tem projetos por fora da persona que ficaram tão incríveis: Hallucinogenics, com o Matt Maeson é do caralho, as músicas dela com o The Weeknd e até a Dealer, onde ela explorou um pouco mais a extensão vocal, o problema é justamente que ela tenta quebrar esse padrão/barreira de personagem e cada vez mais fica uma bagunceira só.

Chego num ponto que acredito que a única vez que ela talvez tenha sido sincera e não um personagem, realmente tenha sido no a.k.a Lizzy Grant, por isso de ser um álbum "violento", nu, selvagem e, sejamos honestas, juvenil também.

Justamente NÃO TEM GRAÇA uma mulher continuar presa nesse estereótipo, nessa persona e nem vou citar os diversos motivos externos para isso, mas retornando aos motivos apenas fanbase/artista: tankei não e dei a foda fora.

Se tu gosta disso e really acha graça, leia novamente o segundo parágrafo, kek.

976fe No.63

>>61
Anã ou yag disfarçada, para de brigar por diva pop, você já tem 30 anos. Vá escutar uma música que gosta e relaxar. Ninguém liga pra esse discurso, deixa as pessoas fazerem a sua arte em paz.

e18f2 No.64

File: 1641431140099.gif (556.2 KB, 300x169) ImgOps / Google / Yandex

>>63
Provou meu ponto que é underage e pior, não sabe debater/provavelmente nem ler, ninguém tá brigando, feia.
Volte pro seu fundamental numa boa p'ra aprender interpretação de texto e sai do chan.

a383d No.65

>>61
Perdi com esse surto. Você deveria sair para tomar um ar, a anã não falou nada demais.

ac164 No.66

>>65
Opéia ficou visivelmente bunda doída em ver a Lana sendo massacrada.

327bc No.68

File: 1641442388649.jpeg (10.25 KB, 554x554) ImgOps / Google / Yandex

>>64
>>66

Tá bom.

02ffe No.69

Misericórdia, é incrível como o brasileiro médio não tem capacidade dissertativa nenhuma e prefere argumentar com três linhas.
Não escuto Lana del Rey, caí nesse fio por acaso, mas é nítido a discrepância berrante entre as usuárias. Lembrem que vocês estão acessando o /lit/.

48669 No.70

>>58
>>57
Acho que ela basear a parte mais estrondosa da carreira numa persona pesou muito pra muitas pessoas não conseguirem mais ver verdade nela. Eu pessoalmente acho que essa ELizabeth que faz músicas gostosinhas de romance é o que ela é de verdade, mas o nome "Lana Del Rey" já tá muito associado a uma persona lolita drogada sugar daddy que ela não vai se desvencilhar tão fácil a menos que mude de nome artístico.

E gostei da recomendação, bem energia Lizzy Grant/Unreleased mesmo, que gostoso. Me dá nostalgia.

>>59
NFR é puro tesão, adoro. Acho que foi uma puta quebra de expectativa dos outros álbuns. Pena que parece que parece que eu sou a única que gostou dos últimos albuns (Chemtrails e BB)…

>>61
Anã, vá pra um lugar verde e arejado e respire fundo o ar da natureza. Fique descalça e sinta a grama debaixo dos pés. Relaxe o corpo, fique de cócoras e lentamente remova essa puta tora no seu cu que tá te deixando tão mal humorada. Paz.

e18f2 No.71

File: 1641476596406.png (31.7 KB, 498x616) ImgOps / Google / Yandex

>>70
>scq não consegue rebater e define toda a minha tese dissertativa-argumentativa com "vá cagar no mato" pois é tão brainlet que não consegue pensar em algo melhor

pog.

5d5d3 No.72

>>71
Anã eu não quero rebater nada, inclusive concordo com você em diversos pontos (não sou a OPeia). Só acho que você tá meio estressada demais com esse assunto relativamente tosco e precisa de um alívio.

a383d No.73

>>72
>anãs discutindo tranquilamente sobre música e gostos pessoais
<hurrrr você não consegue rebater minha tese dissertativa argumentativa hurrrr ninguém é tão inteligente quanto eu!1! Anã brainlet, deve ser a OP bundadoída!1!
Meu desu, você é chata para caralho, hein.

a383d No.74

>>73
>>71
Quotei errado.

3b28e No.75

File: 1641489154286.gif (22.83 KB, 600x480) ImgOps / Google / Yandex

>>73
Não gostou abre o bracinho e aprende a fazer formatação, tonta.

93818 No.76

File: 1641538448085.jpg (34.01 KB, 735x508) ImgOps / Google / Yandex

>>70
Ignora essa degenerada. Ri horrores dessa pick me girl carente de atenção tentando lacrar em cima de uma artista naturalmente cancelada. Só pela escrita de Jorge já dá pra perceber que não tem diálogo.

>Pena que parece que eu sou a única que gostou dos últimos albuns (Chemtrails e BB)…


Eu acho que o Blue Banisters tinha tudo pra bater de frente com o NFR se tivesse seguido a linha dos singles "Text Book", "Blue Banisters" e "Wildflower Wildfire", mas as músicas recicladas tiraram qualquer relevância do álbum. A sensação é que a Lana fez com preguiça, sei lá, parece uma suruba musical sem a mínima conexão. As músicas são boas, mas conceitualmente acho o álbum um lixo. Vejo ele mais como um presente pros fãs mesmo, já que eles enchem o saco da coitada pra lançar as músicas descartadas que estão vazadas por aí.

Chemtrails eu amo de paixão, escuto quase todos os dias. Acho que o álbum só ficou meio apagado pela escolha dos singles mesmo… Imagina se Tulsa Jesus Freak tivesse sido single aaaaaaaaaa.(A USUÁRIA TOMOU UM PUXÃO DE ORELHA POR ESSA POSTAGEM. )

3b28e No.77

File: 1641579463735.jpeg (Imagem Spoiler,17.08 KB, 300x415) ImgOps / Google / Yandex

NT:



[Catálogo] [Voltar][Post a Reply]

Deletar Mensagem [ ]
[ homepage ] [ b ] [ frufru / lit / an / escoria / wired ] [ mod ] [ overboard ] [ regras / faq / banlist / histórico ]