[ homepage ][ b ][ frufru / lit / an / escoria / wired ][ mod ][ overboard ][ regras / faq / banlist / histórico ]

/escoria/ - Escória

A board pra chorar no ombro das anãs e desabafar seus problemas.
[]
Email
Subject
Comment
Verification
File
Embed
Options
Password (For file deletion.)
  • Files bigger than 250x250 pixels will be resized.
  • Allowed file types: jpg, jpeg, gif, png, webp, jfif, mp3, webm, mp4.
  • Maximum size per file: 7 MB with maximum dimension of 10000 x 10000.
  • You may upload 3 images/files per post.
  • Valid embeds are: Youtube - Vimeo - Dailymotion - Soundcloud - Vocaroo.

Sort by: Image size:   [Recarregar]   [Arquivo]   [Featured]
R: 3 / I: 0 / P: 1

Quase toda vez que fico bêbada, mando mensagem chorando. Eu sempre recebo xingamentos e declaração de ódio. Só ontem, numa choppada, falei dele pra umas 30 pessoas diferentes. Qualquer cidadão que vinha dar em cima se arrependia de imediato, pois eu começava a fazer um discurso sobre meu ex. Chorei no colo de uma menina que nunca vi antes, chorei pro gay da vodka e pro tio do pastel. O negócio é parar de beber? Não consigo ficar bêbada de forma saudável, minhas amigas não aguentam mais. Saem pra festa comigo já preparadas pro assunto ser ex e eu virar o bicho. Meu apelido virou Taz-Mania.
R: 3 / I: 1 / P: 1

Oi anãs, estou muito aflita, isso é apenas um desabafo.

Eu sou borderline e namoro já vai fazer 1 ano. Eu e ele estudamos na mesma sala, a gente se vê todos os dias e fazemos tudo juntos. O problema está quando chega final de semana, como ele não tem internet em casa e nem no celular (sim, nós somos pobretões e favelados), fica difícil de nos comunicarmos para sair juntos. Então, eu fico sábado e domingo totalmente maluquinha, pensando que ele não gosta mais de mim e que vai terminar comigo… Além do mais que nós terminamos duas vezes, não ficamos separados por muito tempo, mas mesmo assim eu morro de medo.
R: 6 / I: 2 / P: 1

Anãs, só fazendo um desabafo.

Passei um ano namorando um artistinha, muito fofo, interessante, fui o primeiro beijo e a primeira relação sexual dele. Em todo ano que passamos juntos, fiquei do lado dele em todo o vestibular dele pra entrar em belas artes, ele conseguiu, chorei de felicidade e comemoramos juntos a conquista dele.

Só que aí começou o inferno, ele entrou e fez novos amigos, maravilha, só que um mês depois da aprovação, no aniversário dele, eu entreguei um presente com uma cartinha com um envelope de coração, uma cartinha, flores secas e fotos nossas, mas assim que entreguei o presente passou uns minutos e ele me disse que estava cansado, chegando ao limite e que estava pensando em terminar, congelei e ele disse pra relaxar que ele não queria terminar comigo agora, mas que iria se decidir se ia fazer isso ou não, respondia que entendi e que estava feliz dele se sentir confortável de se abrir dessa forma comigo.

Depois desse dia o relacionamento virou um inferno, ele não dava mais atenção, passávamos cada vez menos tempo juntos, toda vez que a gente se via, acabávamos conversando sobre isso e eu chorava, chegou em um ponto que o tempo que passávamos juntos ele ficava no celular olhando @ DE FOFOCA DA FEDERAL DELE, até que ele terminou de vez.
Conversei com uns amigos nossos em comum e eles me disseram que ele já queria fazer isso desde ABRIL, DUAS SEMANAS depois de entrar na faculdade, e terminamos no final de junho, e no FINAL DE JULHO ele já começou um relacionamento com outra artistinha da turma dele.

Me sinto um lixo, enganada, traída, quando conversávamos sobre isso ele me jurava de joelhos que isso tinha somente a ver com ele estar sobrecarregado de trabalhar, estudar e namorar, conversamos uma vez só depois do término, antes de descobrir que ele já tinha outra, ele me disse que não queria me ver pra conversar e eu devolver as coisas dele porque já tinha problemas o suficiente, me disse que o relacionamento ficou monótono e que eu virei obrigação, além de me falar que por eu ser a primeira namorada dele, ele sabia que nosso namoro tinha data de validade.

Me senti uma merda pois no ano que ELE precisou de apoio no vestibular, eu fiquei do lado dele o tempo todo, chorei e comemorei com ele, passamos um ano inteiro sem nem ao menos se desentender e muito menos brigar. Já quando EU precisava, por que esse ano é meu ano de vestibular, eu virei a mesma coisa, eu virei obrigação.

Quando se passou um mês depois do término, trombei com ele em um evento de quadrinhos que teve na nossa cidade, ele simplesmente tava expondo um quadrinho dele na feira com os colegas da faculdade e não divulgou em lugar algum, nos encontramos sem querer lá e foi um clima horrível, eu tremi toda, falei alto, ele suando igual um porco, bloqueei em todas as redes sociais depois disso. No final do mesmo mês fui em um perfil antigo meu e decidi olhar o instagram dele, e lá já tinha um storie comemorando um mês com a nova namorada rica e artista.

Me pergunto seriamente se não fui traída, mesmo que não fisicamente, mas eu SEI que eles já conversavam quando namorávamos, eles eram amigos e eu sabia da existência dela, mas sempre senti uma pulga atrás da orelha, já fazem três meses e estou aceitando a dor aos poucos, quando terminamos ele me disse que queria ainda ser parte da minha vida, respondi que eu iria atrás dele quando tivesse pronta, mas esse dia não vai chegar, eu vou superar mas não perdoar.

Em resumo: Não deem chance a nerdolas de franja.
R: 4 / I: 1 / P: 1

Há uns dias atrás eu e meu namorado estávamos sozinhos em casa e decidimos acender um cigarro diferenciado se é que me entendem. Ficamos rindo juntos até que ele começou a me tocar e beijar meu corpo. No começo foi bom mas de repente comecei a ter uma brisa completamente torta. Comecei a sentir um deja vu terrível a cada toque, o que é bizarro pois antes dele eu era virgem.Comecei a ficar angustiada porque não entendia de onde vinha esse deja vu se nunca vivi nada parecido antes e naquele momento eu me enxerguei como uma criança, me vi criança deitada embaixo de um homem adulto que tocava meu corpo com malícia. Meu Deus que sentimento podre, me sinto suja até agora. Não consigo tirar isso da minha cabeça, meu Deus. Desde então eu me pergunto se talvez eu fui abusada quando criança mas não me lembro. Que merda. Alguém aí sabe se isso é uma possibilidade ou eu só estou completamente paranoica?
R: 63 / I: 15 / P: 1

Minha maior preocupação é de futuramente alguma vagabundinha ficar de graça com o gato do meu ex. Pode postar foto de todo tipo com meu ex, mas se postar uma foto sequer do gato o trem vai ficar doido. Fico cega de ódio só de pensar em alguma puta encostando no meu gato. Estou tremendo de ódio só de estar digitando isso, a cada palavra que eu digito um novo sintoma de ódio aparece. Estou pra matar um.
R: 1 / I: 0 / P: 1

Anãs, estou a vários dias sem conseguir me levantar da cama até para as coisas mais básicas (fazer xixi, escovar os dentes). Quero me levantar e colocar meus planos em prática, quero fazer minha vida andar e as coisas acontecerem. Mas eu simplesmente não tenho energia, muito menos motivação. Não consigo me relacionar ou ter o mínimo de contato com ninguém. Tudo que eu queria era tocar a vida e ser produtiva, por mim mesma, mas estou nesse estado de bosta. Penso em usar drogas(cocaína) para conseguir ao menos fazer coisas, mas tenho medo de me viciar e ser uma drogada fudida. Estou perdida, desolada, arruinada pela miséria. Não sei o que fazer nem pra onde ir.
R: 2 / I: 1 / P: 1

Como identificar se estou sendo uma "tapa buraco" dele?
R: 2 / I: 1 / P: 1

Namorado ou amigo?

Tem um cara que conheço há mais de 1 ano. Ele e eu flertamos e até ficamos algumas vezes, ele é uma pessoa incrível. É um problemático e minha melhor amiga o-odeia, mas não sei porquê exatamente. Ele rejeita os próprios sentimentos e eu tenho medo de me relacionar novamente, o que faço?
R: 6 / I: 1 / P: 1

Eu sou completamente estúpida, anãs.
Ele está indo para o segundo namoro após nosso término no ano passado e ainda continuo alimentando a esperança de que um dia voltaremos.
R: 2 / I: 0 / P: 2

Há um tempo atrás, comecei a conversar com um garoto na academia, o qual tenho nutrido sentimentos por. Ele é super fofo, de boa aparência e educado, sempre vem até mim para perguntar como estou. Acontece que, ele a família são extremamente religiosos e conservadores. Eu não tenho uma religião, e meu estilo – apesar de bem normal – não parece ser bem visto pelo pai dele (o qual também frequenta o local). Estive pensando em tentar algo com ele, contudo, se der certo, tenho receio de não ser aceita e de tentarem impor o que acreditam em mim. O que eu faço, anãs?
R: 7 / I: 1 / P: 2

O namorado de vocês tem problema mental?
R: 6 / I: 3 / P: 2

Um ponto final às vezes é um começo e não o fim.
R: 2 / I: 2 / P: 2

Estou chapada e triste, vou morrer sozinha. Ele nem liga pra porra da minha existência, anãs.
R: 18 / I: 3 / P: 2

Preciso de ajuda, estou saindo com um cara bonito, rico e boa pinta, é… O único problema é que não me sinto bem.
Eu já me encontrei com ele três vezes e me senti mal. Hoje foi o cúmulo, eu fui pra casa dele e não sabia que ia menstruar, no meio do sexo.. Até aí tudo bem, chuveiro e tudo bacana. Eu sujei sem querer o lençol dele, ficou muito bravo, obviamente lavei o lençol e estou em casa.
Ele conversa com outras mulheres na minha frente, usa tinder e marca encontros. O máximo que ele fez para me "assumir" foi falar pros amigos dele que estava com uma menina e mandou nossa foto juntos.
No final de tudo, sempre me sinto suja e descartada. Estou sendo o "lanchinho da noite"? Será que algum dia ele vai namorar comigo?
R: 5 / I: 3 / P: 2

Mês passado fui para a casa de um garoto que conheci pelo discord em abril pessoalmente, foi uma das melhores noites da minha vida, mas ele parece não dar mais a foda pra mim depois que conseguiu o que queria, não sei o que fazer porque estou obcecada e apaixonada(tenho borderline então me fodi ainda mais). Pra piorar, acabei engravidando dele, mas perdi o bebê e no fundo eu queria ter tido a criança, na minha mente de alguma forma daria pra sermos uma família feliz. Me sinto usada, não sei se ele realmente só não sabe demonstrar o quanto gosta de mim por mensagem como me disse ou estou sendo apenas sendo feita de otária. Eu não aguento mais, anãs, isso machuca muito.
R: 2 / I: 0 / P: 2

Estou conversando com um rapaz europeu pela internet. Ele se parece muito comigo, chega a ser assustador. E sei que ele não está fingindo porque eu o stalkeei antes de mandar mensagem. É a pessoa mais amorzinho que eu já conheci e eu previsivelmente me apaixonei.
O problema é que ele é tão fofo e tão parecido comigo que eu estou começando a pensar que talvez ele seja um traveco reverso.
>rosto não muito masculino
>sem pomo de adão visível
>ombrolet
>tem um amigo femboy
>não é muito próximo do pai
<mas o pai trabalha há anos em outro país
<1,80
<voz grave
<já o vi usar o termo "tranny"
Como eu posso descobrir isso sem perguntar direto para ele? Seria muito rude, principalmente se ele for só "low t". Isso não faz diferença na nossa amizade, mas faria se evoluísse para algo mais.
R: 1 / I: 0 / P: 2

Arrependimento é avassalador, anãs...

Era apaixonada pelo meu antigo porteiro, sempre foi super carinhoso e fofo comigo, mas nunca me permiti tentar algo pois tinha medo de sair da zona de conforto que eu me encontrava com o meu ex pitango, ele tinha acabado de ser promovido e nos mudamos para um apartamento melhor e até troquei de carro, mas agora vejo que escolhi muito mal… Meu relacionamento terminou faz 8 meses e durante o ultimo ano eu vi de perto minha antiga paixão se tornar uma pessoa bem-sucedida tendo seu própio negócio, e comprando até um apartamento recentemente.
Até pensei em voltar a ter contato com ele mas descobri hoje que ele voltou com a ex-mulher.
R: 4 / I: 0 / P: 2

Bom dia, anãs. Estou tendo problemas frequentes com meus pais por conta da minha decisão de, finalmente, ser independente.

Nunca pude experimentar a sensação de dormir na casa de alguma amiguinha durante minha infância, era impossível sair para me divertir sem que eles estivessem há alguns metros de distância de mim e tudo o que sei fazer sem eles vem graças aos raros momentos que me deixavam sozinha em casa. Isso estava me sufocando e reuni o pouco de coragem que tinha para enfrentá-los e dizer que queria ter minha própria vida em outro lugar.

Não houve uma boa reação e isso tem se tornado desculpa para qualquer discussão que possa se imaginar. Se não lavei um copo eles vem logo dizendo que não tenho condições de morar sozinha pois minha casa se tornaria um chiqueiro. Além que eles tem usado meu parceiro como desculpa para me causar um terror psicológico.

Quero sair de casa o mais cedo possível e para bem longe, estou economizando tudo que posso (tenho que esconder cada centavo, na cabeça deles tem sentido me roubar para pagar suas dívidas que, surpreendente, não foram causadas por mim) e tomando a liberdade de agir contra a vontade deles para fazer o que eu bem entender. Entretanto, essas discussões constantes tem me causado ansiedades e receios.
R: 3 / I: 1 / P: 2

Me incomoda muito que nessa minha vidinha eu já conversei com muitas pessoas diferentes mas nenhuma ficou por muito tempo na minha vida, não sei se eu sou insuportável, mas duvido que seja essa a razão. Todos meus ex-namorados tinham amizades com caras há anos, por que eu não consigo ter uma amizade feminina duradoura? Tenho medo de ficar maluca por isso, acho horrível ter uma amiga por 1 ano e no ano seguinte já ter brigado com ela, nunca tive uma amizade feminina verdadeira. Aliás, é extremamente nojento ficar conversando só com homens, dificilmente alguma amizade entre os sexos opostos é verdadeiramente sem segundas intenções. O que fazer sobre essa merda? Tenho problemas? É falta de sexo?
R: 8 / I: 0 / P: 3

Por que sou obcecada pela mesma pessoa há anos? Não consigo "gostar" de mais ninguém, apenas atração (o que ocorreu ano passado, por exemplo).

Como as anãs são capazes de esquecer alguém que é superior aos outros em todos os aspectos? Não acredito em amor verdadeiro nem nada do tipo, mas acho que o mundo tá repleto de gente mal caráter ou inferior a ele.
R: 4 / I: 0 / P: 3

Meu namorado me traiu com uma webamigo Msol com cara de trans

Depois de de descobrir um monte de bosta que ele escondia debaixo do tapete com um email fake, eu estou completamente quebrada da cabeça, veio muita informação atrás de informação, o cara é um completo doente pervertido desde criança. No mesmo dia que descobri o caso dele com essa webamiga, tivemos uma conversa em call, ao mesmo tempo ele falava mal de mim pra ela e dizia que não estávamos juntos (eu fui falar com ela e daí ela mandou um print do momento) Nesses últimos dias tivemos outra call ele admitiu mais outras coisas doentias também tipo ficar mandando foto da bvnda pra velhos ped0las. Meu deus do céu eu nunca mais vou namorar homens, 4 ANOS tendo meu cérebro derretido e perdoando um monte de bosta pra esse verme nunca melhorar. Fez minha borderline piorar e eu também descobri que tenho autismo e justamente por isso ele se achou no direito de me humilhar e pisar na minha cabeça
R: 14 / I: 3 / P: 3

Anãs, preciso de ajuda…
Quero resolver um problema que me estagna no fracasso, e preciso resolver logo.
Desde 2018 sou apaixonada por um rapaz, mas nunca quis nada com ele, apenas penso nele como válvula de escape. Acontece que até tempos atrás isso era bom e me ajudava, pensar num futuro com uma pessoa só pra fugir do presente…
Ultimamente isso se tornou infernal, pois além de saber que não suportaria viver com ele (ele tem algo que me irrita muito no ser humano da atualidade, que é a necessidade de ficar se expondo na internet), ele anda expondo móveis de casa , sua vida perfeita, emprego e sua bela namorada de classe social alta (ele também é de classe alta) e isso tá abaixando demais a minha alto estima, já que ainda não consegui nem passar em um mestrado.
Bom, além da inveja que sinto, ainda sou apaixonada, pois ainda penso nele sendo uma pessoa sensível, inteligente e bondosa, esqueço totalmente do ele exibido, pedante e fora da realidade.
Como as anãs me ajudariam?
Bem, preciso resolver isso e esquecer dele, pois com isso consigo viver minha vidinha em paz (sei que minha vida não é uma merda e sinceramente sou feliz nos poucos momentos que não fantasio com ele e consequentemente lembro da vida perfeita dele sem mim).
Então anãs, devo falar com ele?
Quero muito quebrar esse ciclo, pois isso me inferniza muito… já tentei esquecer da existência dele, tanto é que ninguém sabe sobre isso…
Sempre fico obsessiva por uma pessoa, mas sempre esqueço rápido dela.
P.s: no início da pandemia, estava esquecendo dele devido ao monte de problemas, só que o arrombado me mandou mensagem com uma quase declaração de amor, que fez tudo voltar com força, além claro, de ter se aproximado da minha irmã mais nova e viver perguntando pra ela sobre mim, depois que me afastei dele novamente (ele deu até uma pelúcia pra ela, e eu peguei ela pra mim).
P.s2: só pelo que ele já fez, configura como chifre? Já que a namorada dele é extremamente ciumenta e ele deu uma fodendo pelúcia pra outra garota ainda estando namorando com ela.
R: 20 / I: 6 / P: 3

Amizade entre homem e mulher

Anãs, vocês acreditam em amizade entre homem e mulher? Na minha cabeça isso é patético, principalmente tratando-se de pessoas que namoram. Meu pitango recentemente fez amizade com uma vadia que está me dando nos nervos. Conversei sobre, ele disse que iria resolver, mas estou prestes a surtar. Essa nem é a primeira amiga dele, é uma situação mais chata e estranha do que a outra, mas tenho receio de falar muito e ele me achar maluca.
R: 15 / I: 0 / P: 3

Falei merda pro meu namorado e ele decidiu(e com razão) terminar comigo, o que eu faço?.

A poucos minutos atrás eu e meu namorados estavamos aqui em casa e eu e ele começamos a discutir por bobagem (reclamei que ele não tinha feito comida pra mim em certo dia que eu estava com fome, mesmo ele tendo pedido uma pizza) literalmente bobagem.

Acontece que no meio da discussão ele ficou me incomodado e me chamou de mimada e eu meio que fiquei muito braba e acabei falando merda pra ele.
No caso ele tem depressão e tem muita dificuldade pra fazer as coisas e mesmo assim faz as coisas pra mim, só que eu acabei ofendendo ele nesse ponto e isso fez muito mal pra ele a ponto de ele terminar comigo.
Eu sei a merda que eu falei e eu sei a merda que eu fiz, ele acabou de sair aqui de casa mas eu não sei se consigo viver sem ele. Eu sei meus erros e me arrependo MUITO por isso, mas eu não sei se consigo viver sem ele, é o amor da minha vida.
R: 19 / I: 3 / P: 3

Eu namoro um rapaz mais jovem, é a distância, somos de estados diferentes e ele quer que eu vá morar com ele. Eu o amo muito, mas sou extremamente apegada a minha família. As vezes eu só queria largar tudo e ir ao encontro dele, mas sinto um aperto no peito de ter que ir para longe de tudo que me é familiar e confortável.

Eu só penso em acordar do lado dele todas as manhãs, algum conselho, anã?

Sintam se a vontade para falar de vossos problemas.
R: 7 / I: 2 / P: 3

É anãs, ele simplesmente postou uma foto com outra e só deixou explícito que não se importa comigo.
Esta doendo tanto, eu achava que tínhamos algo. Quem sabe dessa vez eu consigo superar. Sou uma imbecil.
R: 9 / I: 3 / P: 3

Anãs, o amor existe? Ele tem como ser recíproco? Qual a sensação de amar alguém? Amar de verdade.
Tenho dúvidas se realmente amo meu pitango ou se amo a estabilidade e o futuro garantido desse relacionamento. Tenho medo de terminar pra buscar meu verdadeiro amor e felicidade genuína e no final isso não existir pra mim. Não sei se faz sentido.
R: 26 / I: 5 / P: 3

Relacionamentos não superados.

Ele provavelmente foi o único cara que me amou de verdade e pelo o que eu era, fazia de tudo pra me ver feliz, dizia coisas lindas, e fez coisas por mim que ninguém nunca fez.

Terminei com ele há 2 anos, como era mais velho (eu 18 e ele 23) sempre foi maduro, e disse que queria que eu fosse feliz e que tava tudo bem, disse que me amava, mas que não volta atrás em nada e que se acabasse seria pra sempre, e realmente foi, duas semanas depois ele já estava saindo com outras.

Ele nunca tinha namorado com ou apresentado alguém pra família dele, ele disse que queria passar o resto da vida junto comigo, e eu abandonei ele por causa de bobagens, o pior de tudo é que hoje ele tá mais bonito e mais bem-sucedido (e eu sabia que ele iria crescer muito mais na vida, ele sempre foi incrível em tudo que faz).

Hoje ele tá bem longe de mim, vivendo a vida que ele me prometeu, só que sozinho. Ele só entrou no momento errado da minha vida, jesus, se arrependimento mata-se.
R: 4 / I: 2 / P: 3

Não importa nada, simplesmente não importa. Não importa estar passando fome ou comendo demais, usando dois kg de maquiagem…
Não adianta porra, eu não aguento mais trabalhar das 00h00 até às 14h00, o dinheiro não me deixa feliz, nada me deixa feliz, eu sou inútil.
Eu já mandei diversas fotos comprometedoras para agradar, mas ele só me procura quando quer me usar. Eu só queria ser amada, ser alguém, ter alguém. Eu só queria um amor verdadeiro.
Eu não sou bonita, eu não tenho corpo bonito, eu sequer deveria ter nascido. Minha vida é e foi um erro. Eu só queria alguém que fosse honesto comigo.
Eu só queria que minha mãe não tivesse me batido tanto na minha infância sem motivos, eu só queria que meu pai estivesse vivo e não fosse um drogado de merda. Eu nunca vou ser nada, eu nunca vou ser ninguém, eu sou somente um objeto.
R: 13 / I: 2 / P: 4

Droga, aconteceu.

Anãs, eu estou em frangalhos e não sei o que fazer. Socorro.

Eu conheci um cara e a gente transava todo fim de semana e minha menstruação sempre descia na primeira semana do mês normalmente. Porém, dessa vez ela está atrasada e eu não sei o que fazer.

Eu já conversei com ele, concordamos em abortar e ele me deu o dinheiro pra eu comprar um desses testes de farmácia e disse que compraria os remédios para fazer o ato, que era só eu falar quais e onde ele pode achar. Anãs, me ajudem nisso.

Quais remédios eu devo tomar? Quantos devo tomar? Quanto custa em média? Onde acho?
R: 21 / I: 9 / P: 4

zona amiga

Anãs, creio que pelo menos uma parte de vocês deva ser batata e solitária como eu, então gostaria de saber a opinião de vocês sobre isso. Sempre fui muito tímida, não tenho nenhuma amiga. De vez em quando homens se aproximam de mim e começam a conversar. Eu sei que eles o fazem apenas com segundas intenções, mas estou tão faminta por interações sociais que acabo rendendo conversa.
Eu tento não iludi-los, digo a verdade e que quero apenas amizade. Mas mesmo assim eles continuam insistindo, será que eu só deveria parar com isso? Vocês acham que é errado, que estou dando falsas esperanças? Geralmente eles se cansam, uma hora ou outra, mas raramente consigo manter alguns. Tenho um amigo assim há 4 anos, já conversamos sobre isso bastante e ainda assim, toda vez que eu baixo minha guarda ele tenta de novo.
É muito cansativo às vezes. De vez em quando me sinto um lixo por causa disso, parece que tudo o que eles querem é sexo. Mas por outro lado, é muito difícil para mim fazer amizades com mulheres, nos meios que eu convivo quase não tem e as que tem parecem não gostar de mim, geralmente.
R: 3 / I: 0 / P: 4

Eu só queria sair da falha, terminar minha faculdade e conseguir trabalhar direitinho…
Acredito que estou com um certo grau de depressão (tive problemas psicológicos na adolescência) pois não consigo fazer nada direitinho e com frequência…
Pra ferrar com tudo sou presa ao passado e recentemente aconteceram umas coisas bizarras em casa que me fizeram me prender muito ao passado (não é normal ver as fotos de uma unica pessoa no Instagram, de forma anônima várias vezes ao dia e depois chorar muito por ter desejado aquela vida).
Preciso de ajuda… mas como? O que eu faço?
Morrer é opção?
R: 24 / I: 1 / P: 4

>transo 3 vezes no mesmo dia com meu fruto
>ele goza nas duas primeiras vezes
>na terceira ele diz que está cansado
>pede para eu chupar
>fala para eu parar pois ele já gozou duas vezes e segundo ele "incomoda"

Fode sim ser mulher anãs. Me alegra saber que a maioria dos homis nunca experienciará orgasmos múltiplos, hue.
R: 7 / I: 1 / P: 4

Não aguento mais ser mulher.

Já é a milésima briga que eu começo apenas por começar. Não consigo controlar aquela vontade que surge de começar uma briga do nada, ou simplesmente ser irritante com o meu pitango. Não faço isso se propósito e sempre acabo me sentindo uma merda completa depois disso pois sei que ele não merece e faz de tudo para evitar brigar comigo. Parece que simplesmente paro de pensar e vou lá provocar ele apenas por que sim.

A última vez foi esse final de semana, mais ou menos assim;
>vamos sair, pitango?
>sim, onde você quer ir?
>decide você
>ok, vamos naquele lugar X, o que você acha?
>ai, já fomos naquele lugar semana passada
>então vamos no Y, o que acha?
>tá bom, estava querendo ir lá mesmo
<quando estávamos chegando no lugar Y que fica do outro lado da cidade e do lugar X
>ai, eu estava pensando que era mais legal mesmo o X

E a briga foi armada. E eu nem ao menos queria realmente ir no lugar X, apenas falei por falar. Sinto que isso está acabando com o meu relacionamento aos poucos, mesmo que atualmente esteja tudo ok. Como melhorar essa merda?
R: 15 / I: 4 / P: 4

Socorro, anãs, eu me lasquei. C-como curar um coração partido?
R: 19 / I: 4 / P: 4

ESTOU APAIXONADA, /B. ELE É MUITO FOFO, EU AMO ELE DEMAIS, QUERO FAZER SEXO COM ELE E DAR MUITO CARINHO NAQUELE LINDO. COMO CONQUISTO ELE 100%? JÁ CONVERSAMOS NA FACULDADE E PELO VERDINHO.
Ele é interessante, "terminou" com uma garota recentemente(acho que eles não namoravam sério). Ele me da atenção e quando conversamos eu gosto muito de olhar nos olhos dele, não me sinto desconfortável. Hoje, eu estava segurando e apertando a mão dele de forma curiosa, dai ele começou a dizer "HORNY ALARM HORNY ALARM" eu fiquei "hahaha, que isso", não sabia como reagir, mas gostei muito…
R: 16 / I: 0 / P: 4

As anãs já estiveram em um relacionamento por interesse? Relatem.
R: 15 / I: 1 / P: 4

Como vocês cooptam com dissociação e vontade de acabar com essa farsa toda?
R: 14 / I: 3 / P: 4

Eu não consigo amar outro

Anãs, por toda a minha adolescência eu nunca me apaixonei ou tive vontade de fazer sexo, aos 17 conheci um punkzinho na escola e foi amor a primeira vista, pela primeira vez na vida eu senti o que é amor. Acontece que ele é o cara marmito galã que fica com todas. Enfim, começamos a namorar e ficamos apenas 3 meses, ele me traiu e terminou comigo porque não sentia o mesmo de antes. Minha amiga é namorada do irmão dele e recentemente ela vem me contando que ele lê nossas mensagens chorando e que ficou puto porque eu estava ficando com outro, ontem ele postou nossa música no status e eu tirei um tarot e deu que ele sentia minha falta, eu chamei ele e não deu em nada. Só queria deixar relatado minha situação e meu ódio pela falta de atitude dele.
R: 23 / I: 4 / P: 5

Arrependimentos

Alguma anã possui algum arrependimento? Se sim, qual?
R: 14 / I: 8 / P: 5

Auto-estima baixa.

Me desculpem pelos possíveis erros gramaticais e ortográficos, escrevi na pressa!

Eu simplesmente não consigo me achar bonita, me olhar no espelho e ver uma imagem agradável. Algumas vezes eu me olho e fico parcialmente satisfeita com meu reflexo, o acho aceitável, principalmente quando me arrumo, mas na maioria das vezes eu só vejo um monstro horroroso e desleixado. Eu até tento me arrumar, quando me arrumo me sinto razoável, mas é temporário, eu sei que se eu ficar nua e "crua", vou voltar a ser essa coisa de antes. Mesmo arrumada, ainda sim, mesmo me sentindo linda com meus 5min de auto estima elevada, eu sei que estou feia, não chego nem perto de estar no nível de beleza mediana arrumada. E é o máximo que eu consigo. Ainda por cima, me mascaro com filtros que fazem o meu cérebro amenizar a situação e achar que eu sou daquele jeito. Porém, sou feia! E ainda continuo feia mesmo com milhares de filtros. Por mais que as pessoas digam, na maior das sinceridades possíveis que eu sou linda, eu nunca acredito que elas achem isso de verdade. Tudo blefe, e se acham, eu não ligo, eu não me acho bonita e a única pessoa que eu queria que me achasse bonita sou eu mesma. Não me sinto bem comigo mesma, não estou satisfeita, não queria ser assim. A maioria das outras garotas é mais bonita que eu, sei que é algo fútil mas é uma coisa que me dificulta querer existir, viver, como pessoa, alcançar meus sonhos e um sucesso.
R: 4 / I: 1 / P: 5

Meu namorado parece me invalidar o tempo todo. Como posso lidar com isso, anãs? Ele tem depressão e eu estou sempre tentando ajudá-lo ao máximo, por mais que minha saúde mental esteja em colapso há um bom tempo já. Eu sempre sou um suporte para ele, no entanto, quando tento me abrir, ele sempre duvida do que eu falo. Desabafei sobre uma vez que sofri assédio e ele não acreditou em mim, por mais que não tenha dito abertamente. Sinto que ele sempre minimiza meu sofrimento em detrimento ao dele. Não sei se é porque estou mal, mas ultimamente tenho sentindo vontade de gritar e brigar com ele, mesmo quando ele está sendo fofo e atencioso comigo.
R: 14 / I: 2 / P: 5

Eu sinto falta dele, eu sinto falta dele todo santo dia.
R: 18 / I: 4 / P: 5

Cansei de me sentir doente. Cada vez mais que "tento me cuidar" (bem entre aspas, já que nem isso eu sei fazer direito), mais doente eu fico. What do I fucking do? Juro por Deus, essa sensação de estar piorando a cada dia acaba com o meu psicológico. Estou a um fio de enlouquecer e esfaquear-me a garganta.
R: 9 / I: 3 / P: 5

Onde posso fazer amigos(as)? Estou precisando. Parece que não existe mais nenhum lugar que não esteja infestado de coomers e underages.
R: 19 / I: 7 / P: 5

Como lidar com o passado do namorado?
R: 13 / I: 5 / P: 5

Como não ser misândrica? Eu sempre tive poucos amigos, nunca deram em cima de mim, porém recentemente me aproximei de um webamigo.. por pena pois o cara estava falando que queria se matar, disse que não se matou por minha causa, fui usada como muleta emocional descaradamente devido a minha empatia por quem tem ideação suicida.
Fui burra em me aproximar de um virgem de 35 anos, o cybermendigo só sabe reclamar da vida o tempo todo, fica comprando supostos presentes sendo que repudio receber coisas e eu virei o sentido da vida do doente.
A cada investida do autista eu sinto mais nojo,estou tentando dribla-lo ha meses sem sucesso ( disse que estava namorando, que era lésbica, assexuada), bloqueei diversas vezes, mas ele sempre retornava com um fake, chegou ao ponto de eu inventar que sou um homem hermafrodita pra repelir de vez esse parasita emocional sem induzi-lo ao suicídio, ser boazinha é furada, nunca mais darei abertura a homem carente e depressivo.
R: 20 / I: 1 / P: 5

Anãs, comecei um relacionamento recentemente, tudo anda tranquilo. No entanto, ainda sou virgem e tenho medo de sentir muita dor durante a primeira vez na penetração.

É justificável eu ter esse medo? O que posso fazer para doer menos? Preciso de conselhos.
R: 20 / I: 2 / P: 5

Anãs, preciso da opinião de vocês. Recentemente comecei a trabalhar como SAC em uma empresa. No meu terceiro dia atendendo, um mocinho ligou pra lá e ele foi muito gentil comigo, educado, riu de uma piadinha que eu fiz, e quando a ligação acabou eu fiquei triste porque peguei um fascínio só por ouvir a voz dele. Então puxei os dados dele no sistema da empresa, já que ele é cliente, e encontrei as redes sociais do mocinho, mesmo que isso possa me fazer perder meu emprego. Conversei com ele por umas duas semanas e temos bastante em comum! Inclusive vamos nos encontrar no final de semana para andar. Mas o coitadinho não faz ideia de que eu já o conheço e já nos falamos, eu não contei. Comentei com umas amigas minhas do que fiz e elas me chamaram de louca e psicopata, me apoiaram mas me disseram que sou doente e que isso não é normal e que não era pra eu contar pra ele nunca. Fode não, é tão ruim assim oque eu fiz? Eu acho compreensível a minha motivação, eu não tenho más intenções com ele. De qualquer forma, já marcamos de nos ver, então foda-se HAHHAHA. Mas oque vocês pensam sobre isso? Não sou doida, não é? Mas se eu for, eu não ligo também. Fode sim!
R: 12 / I: 6 / P: 6

EU NÃO AGUENTO MAIS SER SOZINHA!

Anãs, queriam que me dessem dicas em como melhorar: eu, quando criança, era literalmente muda (mesmo sabendo falar), não falava nada e não conversava com ninguém, sempre fui a "estranha" da turma. Isso porque meu pai sempre me batia e xingava, e isso me fez reprimir e ser desse jeito que me tornei.
Até hoje estou assim, mas estou disposta a mudar e queria fazer amigas, mas não sei como e nem sei o que fazer, vocês tem dicas?

Além disso, o que vocês fazem pra 'cobrir' a carência de vocês, sem socialização? ME AJUDEM!
R: 54 / I: 4 / P: 6

Vocês já namoraram um falho? Se sim, como aconteceu?
R: 11 / I: 1 / P: 6

Como convencer meu namorado a fazer sexo oral em mim frequentemente? Contextualizando um pouco: eu namoro a 4 anos e uns quebrados e posso contar nos dedos de uma mão quantas vezes meu namorado fez oral em mim. Todas as poucas vezes que isso aconteceu eu fiz questão de elogiar por dias para deixar claro que tinha gostado e queria mais, mas visivelmente não funcionou. Eu não queria falar diretamente, tenho medo de ele confirmar meus medos e falar que eu sou nojenta e por isso não faz.
R: 6 / I: 1 / P: 6

O tempo é triste.
É no passar dos anos que as pessoas se distancieam, envelhecem, adoecem e morrem.
É no presente que as coisas acontecem, mas em determinadas épocas, a vida entra num estado de marasmo perpétuo, onde nada de legal volta a acontecer. E é nesses dias vazios que minha mente se enche de fornicações, a ideia de que vou ficar velha um dia, me faz ter um atrito com o tempo. Estou vendo tudo passar muito rápido, mas não consigo superar a minha procrastinação, o desânimo me faz ficar num loop, sem força para fazer nada de novo. O tempo é como um pé gigante me esmagando, sou muito falha, bê! Que desgraça ser assim, sou uma vergonha total.
Se sou o ápice da falha em plena juventude, imagina quando eu ficar velha, seria uma falha velha.
Tomara que Demiúrgo um dia me conceda o caminho das pedras.
R: 14 / I: 6 / P: 6

Trauma e Relacionamentos Amorosos ♥

Em 2019 tive meu primeiro relacionamento amoroso com um channer fodido que me quebrou de todo jeito que podia. Me traumatizou completamente. Ele era borderline (eu acho), completamente doente. Mentia muito sobre todo tipo de coisa o que me gerou muito problema em confiar de novo em alguém, especialmente em um homem.

Me entreguei tanto para aquele porco que sinto que nunca mais vou conseguir fazer isso de novo pelo medo de acontecer o mesmo e eu não aguentar dessa vez.

Em 2020, no início do ano, conheci um cara normal; não era channer só tinha amizade com alguns. Ele entendeu meu trauma e me aceitou como eu era, esperou o ano inteiro pra eu conseguir me sentir confortável. Meu Deus, ele era 4 anos mais novo que o primeiro e era muito mais homem do que aquele imundo jamais vai ser. Ambos moravam longe de mim e enquanto o primeiro me enrolou o ano inteiro pra EU ir vê-lo, o segundo sequer pensou duas vezes antes de pegar um ônibus e viajar 12h pra me ver. Nós nem mesmo transamos na primeira vez que ele ficou aqui e ele ficou uma semana inteira na minha casa. Ele parece o cara perfeito.

Ele era completamente louco por mim mas, claro, a porra do meu trauma não me deixava amar por completo. Sempre senti tanta culpa por isso. Eu o amo, amo tanto, mas eu sinto que não consigo me entregar direito.

Por algumas coisas que aconteceram nesse ano, nós não conseguimos nos ver já fazem 11 meses. Ao longo desses meses nós nos afastamos tanto. Tanto eu como ele começamos a faculdade e ficamos tão ocupados com as nossas coisas, e na hora de nos vermos só… nenhum de nós mais sentia vontade. Tive uma conversa franca com ele. Disse que ainda gosto dele e quero tentar, mesmo claramente o fogo tendo sido apagado parcialmente. Ele disse que realmente não gosta de mim como no início, mas como vem morar na cidade vizinha ano que vem disse que talvez nós podíamos nos ver as vezes. Não disse se como amigos ou como algo a mais.

Eu não sei o que fazer, eu gosto muito dele e me sinto tão ressentida comigo mesma por não conseguir expressar esse amor por causa de uma terceira pessoa. Uma pessoa que hoje eu sinto tanto nojo e desprezo. Não quero me apegar a esses sentimentos, me pergunto até quando as lembranças ruins e o medo vão me impedir de seguir com minha vida amorosa e amar alguém plenamente.

E meu Deus, como eu sinto saudade do meu segundo namorado. Como eu me arrependo de não ter abraçado ele por alguns segundo mais, não ter beijado mais uma vez antes dele ir embora da última vez que veio aqui e que eu não sabia que seria a última. Que dor horrível no coração que me dá pensar nisso. De ver aquele ônibus indo embora pensando que veria ele em alguns meses e agora estar nessa situação, só escrever isso já me faz chorar.

Como eu posso consertar meu relacionamento? Ficamos juntos por dois anos, eu nunca ia me perdoar se só deixasse morrer assim.

E como eu me curo disso? Desses sentimentos que me causam tanta culpa. Como eu faço eles irem embora pra sempre? Passei um ano fazendo terapia com dois psicólogos diferentes o que já me ajudou muito mas eu senti que estagnou em um momento e preferi não desperdiçar mais dinheiro com isso.

Como eu posso me entregar de verdade pra quem me merece de verdade?
R: 12 / I: 0 / P: 6

Sou esquisita por não gostar de mandar nudes? Namoro há 5 meses e meu namorado insiste diariamente para que eu mande, ele fala que não tem problema já que estamos em um relacionamento e que é normal. Sinceramente me incomoda eu ter que tirar fotos do meu corpo e mandar pra alguém, tipo, qual a graça? Ele já vê tudo na vida real, pra que foto? Admito que me sinto incompetente por não mandar pois de vez em quando vem a calhar.
R: 10 / I: 1 / P: 6

Anãs preciso de um conselho, eu comecei namorar recentemente (nunca pensei que aconteceria) mas, ele é muito fofo e tímido eu tomei a iniciativa muitas vezes e bem….eu gosto de BDSM ou qualquer outra situação em que eu seja submissa e não consigo conciliar ele como um dominante.

Eu não tenho problema de assumir a liderança, mas ele é do tipo sentimental e romântico

>Eu gosto do romântico, mas perto dele eu me sinto uma degenerada/pervertida nos meus pensamentos, eu não quero que ele ache que eu sou uma puta.


Estou tentando ir aos poucos e eu sei que isso vai levar um tempinho, eu não estou desesperada.
R: 15 / I: 3 / P: 6

Anãs, preciso de conselhos amorosos, estou muito mal. Gosto de um cara que me ODEIA, porque fui extremamente babaca com ele no passado. O ódio dele é do tipo de nem querer ver a minha cara, não quer nem conversa, acaba que eu fico parecendo uma stalker louca atrás dele. Só recentemente eu percebi que, eu realmente o amo, e não quero perde-lo… O que eu faço? O que eu digo? Já pedi perdão tantas vezes que ele me chamou de patética. Estou desesperada, eu o amo! Não consigo parar de pensar nele, preciso do perdão dele, o que faço?
R: 8 / I: 3 / P: 6

Como vocês lidam com fins de relações? Digo não necessariamente românticas, mas amizades, namorados, etc… Eu nunca consegui deixar as pessoas irem embora, nunca aceitei o fim de ciclos ou o fato de simplesmente uma pessoa tão familiar e próxima se tornar um completo desconhecido. Talvez isso se de por eu ser sozinha e não ter muitos amigos, então os poucos já contam demais e perder uma pessoa é como perder uma parte de mim. Eu estou mantendo na minha vida alguém que acho que já tem um bom tempo que não quer estar nela mas fica por mim ou pra eu não me sentir mal(?). Como tornar deixar as pessoas partirem um processo mais fácil?
R: 7 / I: 1 / P: 6

Não tenho amigos e me sinto mal. Não sei o que fazer, são férias e meu único meio de socializar era a faculdade, mas agora está em recessão. Estou mofando o dia inteiro no quarto e fazer amigo pela internet é extremamente entendiante e fútil.
R: 8 / I: 1 / P: 7

>musiquinhas
Enjooei.
>filmes
Enjooei.
>leitura
Sem ânimo
>álcool
Enjooei
>maconha
Enjooei
>tentar ter um hobbie
Nada desperta o meu interesse.
Porra, fiquei sem válvulas de escape. Tá tudo perdendo a graça nessa caralha.
Alguém aí é assim?
Me sinto a pessoa mais vazia do chan, não gosto de nada. Sou oca por dentro.
Como faço para gostar das coisas?
R: 6 / I: 2 / P: 7

A partir de agora serei normie:
>irei parar de ser channer
>farei uma conta numa rede social
>vou imitar o comportamento padrão das pessoas
>vou concordar com tudo
>vou parar de ver filme hipster como os dos tarkovsky, bergman, david lynch
>irei ver filmes da Marvel e coisas da netflix
>irei parar de ouvir shoegaze, indie, prog, musica experimental da Indonésia
>irei ouvir funk, forró, sertanejo, rap, pop, e afins
>irei me vestir como todo mundo
É isso. Vou ser normie e serei feliz. Cansei de ser solitária.
Não tenho brio para ser sigma e nem lábia para ter várias amigas. Não sei conversar com as p-pessoas. Vou tentar ser como as normies para não ficar dependendo da internet. Anseio coisas reais.
Talvez as normies sejam legais.
Quero deixar de ser a esquitona weeb frequentadora de fóruns de incel, mas a fobia social me fornica. Não tenho coragem para criar um perfil com foto minha e com nome. Sou anã desde cedo, peguei o hábito do anonimato.
Só que manter essa persona só me manteve sozinha. Vou tomar a bluepill e serei feliz.
R: 2 / I: 2 / P: 7

expressem seu ódio, se quiser, relatem

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
R: 5 / I: 2 / P: 7

Se tem uma coisa que não dá, é homem virgem e baixinho. Quando vem com o combo dos dois aí que é a merda mesmo. Tenho nojo total de homem virgem. Nojo! E nunca vou deixar um manlet tocar em mim. Jamais. Manlet, ninguém merece. Eu, quando noto que o cara é virgem, e eu digom mesmo, eu tenho uma intuição apurada pra perceber, só consigo imaginar que é um incel e frequenta chans.
R: 9 / I: 1 / P: 7

Anãs eu preciso de dicas, conselhos ou qualquer guia de como sair de casa.

Eu sinto que a cada dia fica mais insuportável ficar aqui, eu não consigo mais conviver com os meus pais e aguentar as birrinhas de sempre, tento ignorar mas é péssimo, eles são bagunceiros e tenho que viver na sujeira, não cuidam direito da minha irmã pequena e tenho que agir quase como mãe dela muitas vezes, eu faço estágio de manhã e estudo a tarde e nenhum dos dois trabalha, mas sou eu quem fica até de madrugada com a minha irmã, meu pai vive me humilhando e inclusive na frente de outras pessoas, tenho que obedecer ordens imbecis só porque sim, etc.

Já cogitei alugar um barraco com o meu pitango, mas sei que seria péssimo também porque nenhum dos dois ganha bem, já cogitei também ficar naquelas pensões ou coisas do tipo de faculdade caso a situação piore. Por enquanto eu consigo ficar aqui por mais um ano ou dois sem me matar eu acho, mas queria poder ter algum plano pro futuro ou alguma ideia do que fazer.

Se vocês tiverem alguma experiência ou suposição do que fazer vou ficar feliz.
R: 8 / I: 1 / P: 7

Que dia de bosta.
Uma ex-"amiga" minha ficou espalhando mentiras ao meu respeito para me difamar. Aconteceu que a minha mãe ficou sabendo e bateu em mim de cinto.
Tô com o corpo todo doído. Tô me sentindo humilhada, sem chão, com uma vergonha tremenda da minha existência.
Fode não ter mais de 20 anos no rabo e ainda levando pisa da mãe por causa de amizade tóxica.
Por que as pessoas são tão cruéis?
R: 14 / I: 5 / P: 7

Eeew… não consegui resistir e forcei vômito novamente. Eu tentei não fazer isso, mas eu pensei em todos aqueles corpos malhados e bonitos, infelizmente eu não consegui.
Eu conheci essa merda de transtorno depois de ter comido numa festa, uma "amiga" veio e me falou: você come muito, nem eu que sou gorda como tanto assim.
Voltei da festa e vomitei tudo, já estava meio grogue mesmo. Sempre quando eu como muito, faço isso. Faz dois dias que eu não como direito, comecei a passar mal… tive que comer. Eu comi muito, almocei, janta, doces, salgados…
Eu sou uma gorda descontrolada, ninguém jamais vai me querer, todo mundo sente nojo de mim. Desculpem por estar relatando isso aqui, eu não tenho amigas e só queria desabafar, mesmo achando que vou apagar depois.
Consegui um emprego, vou começar a trabalhar semana que vem, já estou com o uniforme. Ele não é folgado, marca toda minha maldita barriga… preciso emagrecer.
R: 1 / I: 0 / P: 7

Tô completamente de saco cheio de todos os meus amigos, e sinto que não tô mais fazendo parte de verdade dos grupos com quem eu amigava.
As anãs tem sugestões pra passar/ocupar o tempo enquanto me afasto dessas pessoas? Durante a pandemia especialmente passei muito tempo conversando e jogando com essa galera e agora tô sem ideias do que fazer por agora.
R: 17 / I: 5 / P: 7

Romance Thread

Anã que traiu o namorado recentemente reportando a dentro.

Vocês acreditam/viveram o amor verdadeiro?

Acabei de assistir Before Sunrise e nunca chorei tanto assim com nenhuma outra mídia em toda a minha vida.

Por favor me reconfortem ou me rivotrilem com histórias de amor.
R: 4 / I: 1 / P: 7

Eu perdi o período de inscrições da faculgado principal do estado e tô completamente insegura sobre os concursos que vou prestar. Eu só queria ser estável e ter o mínimo de responsabilidade que alguém da minha idade tem…
R: 7 / I: 0 / P: 8

CUCKOLD

Anãs, meu namorado há algumas semanas está tentando me convencer a trai-lo com outro homem, disse que tem fetiche nisso… Não sei o que fazer, será que é um teste?
R: 12 / I: 2 / P: 8

Anãs que estão em relacionamento, vocês namoram alguém que e parecido com vocês?
Será que toda panela tem a sua tampa?
Até o diabão tem sua demonha. E eu aqui me sentindo esquisita por sempre ficar deslocada no meio dos normies.
Dizem que os opostos se atraem, mas não tive experiência positiva quando me envolvi com normalfags. Eu praticamente ficava calada, me sentia alheia aos assuntos do sujeito. Tentei emular ser outra pessoa, mas não adiantou.
Os únicos amores que tive foram platônicos, por gente que mora na casa do caralho.
R: 1 / I: 0 / P: 8

Alguma anã já sentiu que nunca mais vai viver um amor tão intenso como um antigo? Digo, posso afirmar que já amei genuinamente uma pessoa nessa vida e até hoje não senti algo igual por mais ninguém. Já gostei de outros suínos mas nunca foi a mesma coisa, sabe? Sentir o coração acelerar de só ouvir a voz da pessoa, ficar pisando em ovos pra causar uma boa impressão pelo simples fato que você quer conquistar e passar uma boa imagem, dormir e acordar pensando nesse alguém, sentir seus olhos brilharem, fazer planos, sentir aquele frio na barriga só de sentir ele se aproximando, aquela sensação que vocês estão exatamente onde deveriam estar, como se o mundo parasse sempre que vocês estão juntos… Será que nunca mais vou sentir isso por alguém? Vai ser tudo tão foda-se? Estou vendo os anos passarem e essa ideia está me consumindo.
R: 6 / I: 1 / P: 8

Como acabar com a saudade?
Não aguento mais.
R: 14 / I: 0 / P: 8

Terminei com meu ex-namorado católico porque ele viajava muito pra pescar com os amigos e eu achava que, num futuro casamento, ele poderia me trair nessas viagens. Com meu namorado atual pagão, por medo de perdê-lo, perdoei até traição no primeiro mês de namoro. Qual a explicação pra isso, magali?
R: 24 / I: 7 / P: 8

Já tiveram um relacionamento com alguém que não amam? Meio que estou nessa situação, preciso de conselhos ou pitacos já que não tenho ninguém pra pedir, mesmo se tivesse não teria coragem. Qualquer opinião será bem vinda.

Tive um longo "rolo" com um rapaz que acabou não dando certo, nos gostávamos só que não rolou por X motivos. Éramos dois deslocados, ele foi a única pessoa que eu nunca me senti patética ou falha do lado. Nesse tempo que nos afastamos um antigo amigo se reaproximou bastante de mim, ele insinuava muitas coisas relacionadas a relacionamento e eu esquivava pois não tinha o mínimo interesse, já que a única pessoa que cogitei ter um relacionamento sério em 20 anos de vida tinha ido embora e aparentemente estava indo bem sem mim. E ele sabia disso. Depois ele admitiu estar gostando de mim, mas eu jurei que fosse ser passageiro e que ele ia desistir quando percebesse que eu não tava afim, mas vou dar um skip nessa parte porquê vocês devem saber quando um homem tá na sua mão e fazendo de tudo pra te conquistar.

Ele sabia que eu não queria nada e que estava magoada por outra pessoa, mas QUE CARA INSISTENTE. Era quase uma persuasão diária, em uma semana me apresentou pra todos os amigos/família, eu só queria que as coisas não fossem tão afobadas assim. Marcamos um piquenique e eu já tinha ido decidida de por um ponto final naquilo. Estava esperando o vinho fazer efeito pra ter coragem de contar pra ele quando, do nada, ele tirou um par de alianças da mochila e me pediu em namoro. Tentei enrolar mas hora que ele disse que esse era o motivo dele ter feito tantas horas extras (as alianças foram BEM caras), minha cara caiu no chão. Seria muita filha da putagem dizer não ali, né? Fiquei sem graça ao extremo, a felicidade tava estampada no rosto dele. Aceitei por vergonha de dizer não.

Cedi a insistência e resolvi me dar a chance de ter ao lado alguém que realmente gostasse de mim. Ele é o cara perfeito, não temos nada a ver mas temos os mesmos planos a longo prazo (casar, ter filhos e outros), o que é um ponto. Pensei "Bom, com o tempo posso começar a gostar dele, quem sabe", e de fato, gosto muito dele, mas não o amo. Acho que nunca vou. Estou há meses num relacionamento com uma pessoa completamente dependente emocional de mim e que me faz fazer coisas que eu não quero. Não estou colocando a culpa nele, ele é um ótimo namorado, faz de tudo por mim e pela minha felicidade. Talvez eu que não fui mulher o suficiente de ter percebido o rumo que as coisas estavam levando e ter colocado um fim quando podia. Sinto que estou cavando a cova dele, quando/se eu por um fim nisso ele vai surtar.

Eu juro, não aguento mais. Quando eu penso em amor não é a imagem dele que vem na minha cabeça. Chegou num ponto que não consigo sequer sentir atração física por ele. Me sinto suja, patética quando ele me toca. Desde a primeira vez que saí "romanticamente" com ele tem sido uma tortura, só me vejo fazendo com uma pessoa tudo que uma vez planejei fazer com outra. Achei que com o decorrer do tempo isso ia passar, mas só piora. Fui "expulsa" de casa e estou passando um tempo na dele, se eu voltar pra minha família vou ser muito humilhada e ainda não tenho condições de arrumar um lugar pra mim. Devo insistir no certo ou terminar? O que digo pra ele? Ontem ele disse olhando nos meus olhos que o maior medo dele é me perder, que não sabe o que faria se eu terminasse. Me senti um lixo.

Meu deus, anãs. Me fodi. Mas acho que mereço isso.

Perdão pelo textão, anãs, só estou escrevendo continuamente da forma mais sincera possível.
R: 10 / I: 4 / P: 8

Queria parar de pensar em suicídio, mas a minha vida tá piorando gradativamente. Não quero entrar em detalhes por motivo de vergonha.
Enfim, esse ano tá terminando da pior forma possível.
Tô pensando em me internar numa clínica psiquiátrica, não sei se irei suportar. Não há mais nenhuma possibilidade de que algo irá melhorar.
Porra, por que é tão difícil ser feliz? Só me acontece desgraça.
R: 18 / I: 7 / P: 8

anãs, fiz pequenos furtos hoje. Roubei uma blusa da renner, um brinco e mais outras pequenas coisas, estou muito nervosa e me sentindo mal por ter feito isso. Vocês acham que vai rolar uma bosta muito grande se eu for na renner novamente?
R: 11 / I: 2 / P: 8

Relacionamento com pessoas de classe social abaixo que você

Oi anãs, estou ficando com um garoto da minha cidade, ele é bonito, legal, me faz rir, sabe conversar e eu estou gostando dele, o problema é que ele é só um repositor de supermercado e eu sou uma riquinha que foi mimada a vida inteira pelos pais ricos. Vocês acham que isso pode dar certo ? Eu chamei ele pra vim aqui em casa mas ele disse que tem vergonha e não iria se sentir muito bem, eu gosto dele mas não sei se isso pode dar certo. Já tiveram alguma experiência parecida ? Se sim como foi o desfecho ?
R: 7 / I: 3 / P: 8

Vocês conseguem usar redes sociais normalmente?
Admito que antes de entrar nos chans, eu usava muito o cancro, ao ponto de postar coisas pessoais, fotos, e afins. Também saía adicionando gente desconhecida sem nem ao menos.
Após um bom tempo sem usar rede social, tentei fazer essas coisas de antes no grão, mas senti algo estranho, não me sinto mais segura com tanta exposição. Fui inventar de sair seguindo gente desconhecida, mas bateu vergonha.
Atualmente só consigo interagir no anonimato. Gosto dessa premissa de ser uma espécie de fantasma na internet.
R: 1 / I: 1 / P: 9

Anãs, vocês tem uma boa relação com a família?

Recentemente decidi morar com o meu namorado em outro estado e, desde então, fui completamente abandonada pela minha família. Sem exageros, não me mandam mensagens, não me ligam, nada! Para desencargo de consciência, me mandam uma pequena quantia de dinheiro (da qual nunca pedi, sempre partiu deles me enviarem) e só. De início eu ainda mandava mensagens constantemente, mas notei que era sempre eu que os procurava e fui diminuindo a frequência conforme arranjei emprego e fui me ocupando com as tarefas domésticas e faculdade.

Hoje, num acesso de raiva após um episódio ruim de notar certas coisas que não me agradam, os bloqueei das minhas redes sociais e pretendo seguir a minha vida dando a mesma importância que aparentemente me dão, que é basicamente nenhuma.

Gostaria de algumas dicas sobre como não me importar tanto visto que tive meu coração partido por meus próprios parentes.
R: 11 / I: 3 / P: 9

Anãs, conhecem algum chan ou forum voltado para transtornos alimentares?

Se não, seria interessante termos uma aba aqui no Magali?
R: 3 / I: 1 / P: 9

Escutando dream pop enquanto olha umas fotos antigas dele no Dropbox (é dolorido demais olhar as atuais).
>Sim, sou escravopinto, como adivinhou?
Temos anãs que ainda guardam fotos antigas de um amorzinho antigo ou que ainda cultivam na alma/coração um amor antigo?
Fode não, eu nunca vou superar…
R: 2 / I: 1 / P: 9

Não consigo estudar.
R: 5 / I: 1 / P: 9

Ciúmes

Anãs vocês também ficam incomodadas com seus parceiros que não sentem ciúmes? porque se a pessoa não sentem ciúmes eu já fico em posição fetal querendo terminar. Acredito que demonstrar ciúmes significa que a pessoa se importa com você e tem medo de te perder.
R: 4 / I: 1 / P: 9

2020/2021 foram anos amaldiçoados para vocês?
Sinto que esses dois últimos anos foram uma desgraceira coletiva.
Será que 2022 será menos pior?
R: 1 / I: 1 / P: 9

Atualmente estou trabalhando de domingo a sexta, folgando apenas sábado.
Tenho duas amigas, chamei uma pra fumar algo comigo e bater um papo, ela disse não. Então chamei a outra pra passarmos a noite juntas, a resposta também foi não, fiquei triste e vim chorando no trem (abluebalbaabHAHAHAHAHA). Fode não, minhas semanas estão sendo só trabalhar, trabalhar, trabalhar e dormir no sábado. Queria fazer algo diferente hoje, ver quem eu amo, passar um tempo juntas, que é algo que não fazemos faz tempo. Mas sei lá. Tanto faz também. Domingo estarei na ativa de novo e terei de esquecer isso querendo ou não.
Como vocês irão passar o final de semana, anãs?
R: 4 / I: 0 / P: 9

Hoje fui tapeada por uma cigana, fode não…
R: 6 / I: 0 / P: 9

Ficariam com um menino com um pênis de 12CM ?

Ele é bonitinho, conheci no curso de inglês e nos esfregamos no carro dele, passei a mãe nas partes dele e ele tirou e parou de me beijar e começou com aquele papo de fracassado, falando o quanto era inseguro e blá blá blá. Ficariam ?
R: 12 / I: 6 / P: 9

Eu amo ele demais, /b/. Como posso ser uma namorada melhor? Eu quero casar, ter filhos e morar com ele. Quero fazer tudo ao lado dele, quero que ele seja obcecado por mim como eu sou por ele, quero que ele ame cada pequena parte do meu corpo igual eu amo o dele. Eu só amo ele demais, nós não estamos juntos(namorando) mas sempre que conversamos um pouquinho eu fico eufórica e quero abraçar ele pra não soltar nunca, me sinto em êxtase ao lado dele. Meu sonho é estar com ele pra sempre. Choro só de pensar que vou estar longe dele.
Preciso da ajuda de vocês pra seduzir ele, pra ser boa e agrada-lo.
R: 10 / I: 0 / P: 10

Fui fumar o cigarrinho do capeta com um amigo. Chapamos. Ele tentou me beijar, eu achei ele sexy, enrolei por um bom tempo e beijei. Um dia depois estava me pedindo dinheiro pra maconha. Fode não beijar vagabundo. Nunca mais.
R: 27 / I: 4 / P: 10

Anãs, alguém já flertou com algum suíno desse tipo da pica?
Iria perder duro numa situação dessa.
R: 27 / I: 9 / P: 10

Vocês são danificadas? Se sim, chegam a se tratar?
Eu interrompi meu tratamento é tô há meses sem usar ansiolíticos, hoje vou na psiquiatra para pegar receita, tô com medo dela passar remédio caro, pois teve uma vez que ela ma passou um remédio de quase 100 reais, fode não.
O bom é que não preciso passar por psicólogo, só vou falar dos sintomas e pegar a receita.
R: 4 / I: 0 / P: 10

É, anãs! Acabei de fazer o meu currículo, e agora vou fazer algumas cópias distribuir amanhã pela cidade.
Deu tudo errado e agora vou ter que voltar para a estaca zero como CLT, mas como dizem: "sem dor, sem ganhos".
Me desejem boa sorte! :D
R: 5 / I: 1 / P: 10

Nunca mandem nudes.
Descobri que um ex meu fez um onlyfans e vendeu fotos minhas.
Alguém aí já passou por algo assim?
O desgraçado lucrou com a minha imagem.
R: 3 / I: 0 / P: 10

Vocês já se cansaram de tanto ficar em casa?
Não aguento mais tanta solidão e falta de interação. Até tentei fazer amiguinhasrsrs pela net, mas é sempre gente que mora muito longe. Eu até saio pelas ruas aleatoriamente, mas como moro num lugar muito pequeno, sair pelas ruas é como ficar caminhando por quintal.
Não tem absolutamente nada na minha cidade, aqui é um limbo. Pra ser sincera, até que sou meio acostumada em não ter amigas, mas geleio duro essas cidades com parquinho gramado, cheio de árvores, e etc. As praças daqui nem árvore tem.
Essa questão de ambiente influencia muito no meu desânimo, creio que seria menos infeliz se pudesse morar num lugar melhor, porém a pobreza e falta de meios para me mudar, acabam por me prender a esse lugar tão fodido.
Esse é um dos motivos pelo qual eu me mataria, não consigo ser feliz morando aqui.
R: 17 / I: 4 / P: 10

Anãs, preciso de ajuda. Vocês aceitariam tranquilamente o namorado de vocês permanecer amigo da última ex? Eu to me sentindo muito mal que ele foi atrás dela e pediu amizade no discord depois de meses de término, eu falei que me senti mal mas ele nem ligou :(
R: 1 / I: 0 / P: 10

Como lidar com a rejeição? Não aguento mais.
R: 3 / I: 0 / P: 10

Não aguento mais ser tão procrastinadora. Sempre tem algo que me desvia do que eu deveria fazer. Hoje perdi o dia todo arrumando meu quarto quando deveria ter concluído uma parte do meu TCC. Como vocês lidam com isso?
R: 8 / I: 4 / P: 10

Como é se apaixonar?
Anã com zero experiência amorosa aqui.
R: 0 / I: 0 / P: 11

Sejam bem-vindas ao /escória/.. ;_;

A /escória/ é uma board destinada ao chororô.

Regras:

1) Assuntos relacionados a desabafos pessoais, sentimentos, problemas de socialização ou comportamentais e autoajuda são bem vindos aqui.
2) Mantenham o respeito dentro da board, não diminuam o problema das outras e não sejam grossas, lembre-se, todas nós podemos ter um dia ruim.
3) Lembre-se que não está no /b/.